Campeonato Paulista featured

Ricardo Oliveira decide, Santos supera pressão do Audax na Vila e é bicampeão paulista

5/08/2016 07:51:00 PMReginaldo Júnior






622 e9678398 684a 3919 b7a5 8c017a61bdfd
Gol da vitória do campeão Santos sobre o Audax por 1 a 0 
E deu Santos de novo no Paulistão!

Contra a sensação do torneio, o Grêmio Osasco Audax, o time alvinegro suou neste domingo. Levou sufoco, foi dominado durante quase todos os mais de 90 minutos de jogo na Vila Belmiro e poderia ter saído de campo com a derrota. Mas Ricardo Oliveira estava em campo. E, com golaço que teve direito a bola entre as pernas de um zagueiro rival, o camisa 9 aproveitou praticamente a única chance da equipe alvinegra para decidir: 1 a 0.

O gol do bicampeonato veio aos 44 minutos do primeiro tempo, após o Audax ter feito 70% de posse de bola. Uma dominância poucas vezes vista por um clube visitante dentro do alçapão da Vila Belmiro, que recebeu o maior público da temporada: 16.018 pagantes.

Se antes o time treinado por Fernando Diniz havia vencido Palmeiras (2 a 1), São Paulo (4 a 1) e eliminado o Corinthians dentro da Arena em Itaquera (2 a 2 no tempo normal e vitória nos pênaltis), ficou agora no quase contra aquele que faltava dos quatro grandes paulistas.

E foi no "quase" mesmo. O Audax carimbou a trave de Vanderlei duas vezes, foi extremamente superior nos dois tempos de jogo e poderia ter vencido. Não deu.

Mas foi diante de ninguém menos que o maior campeão paulista deste século: o Santos conquistou seu sétimo título desde 2006, sendo o quinto nos últimos sete anos. Com direito a oito finais consecutivas desde 2009. O Estado de São Paulo é, mais do que nunca, alvinegro praiano.

Gazeta Press
Santos comemora a conquista do Campeonato Paulista 2016
Santos comemora a conquista do Campeonato Paulista
Foi também o 22º troféu paulista do Santos ao longo da história, deixando o São Paulo para trás, com 21, e igualando o Palmeiras. O Corinthians ainda lidera, com 27 conquistas.

Agora, o time da Vila Belmiro prepara-se para a disputa do Campeonato Brasileiro, que começa na semana que vem. A estreia é sábado, contra o Atlético-MG, fora de casa.

O Audax, por sua vez, vai disputar a Série D, mas com desmanche: Tchê Tchê está indo para o Palmeiras, e Bruno Paulo e Camacho para o Corinthians. Outros também devem sair.

A decisão na Vila Belmiro

O primeiro minuto de jogo mostrou como seria o primeiro tempo.

Por quase 60 segundos, o Audax trocou passes até chegar perto do gol do Santos, quando Ytalo arriscou de pé esquerdo e quase abriu o placar.

Desde então, o domínio foi total do time de Osasco. Foram 70% de posse de bola ao longo dos 45 minutos iniciais.

Dominado, o Santos ficava acuado no campo de defesa. E viu o Audax chegar. Sempre em trocas de passe que resultavam em chutes de perto da área.

Gazeta Press
Lucas Lima deixou o campo chorando
Lucas Lima deixou o campo chorando
Para piorar, o clube praiano viu Lucas Lima, com dores, deixar o gramado ainda com 23 minutos.
Juninho tentou duas vezes. Aos 31, Tchê Tchê bateu de pé esquerdo na trave de Vanderlei.

O goleiro ainda fez ao menos mais duas defesas em finalizações da equipe visitante.

Aos 44, contudo, veio o castigo por não aproveitar as chances.

Em contra-ataque rápido, Vitor Bueno lançou Ricardo Oliveira. O camisa 9 partiu para cima da defesa, deu entre as pernas de Bruno Silva e tocou na saída de Sidão, deixando o Santos na frente na primeira e única chance no primeiro tempo.

Apesar do gol santista, o Audax continuou superior na etapa final. Dominou a posse de bola e só mantinha o time da casa acuado no campo de defesa.

Mesmo assim, esbarrou na marcação do Santos, e arriscava apenas em finalizações de longe. Vanderlei, seguro, não viu sua meta levar sustos antes dos 20 minutos.

Aos 22, o Santos puxou contra-ataque parecido com o que resultou no gol. Gabriel correu todo o campo e tocou para Ronaldo Mendes, que arriscou o chute, em cima da zaga.

Pouco depois, o Audax quase empatou. Ytalo desviou cruzamento com a cabeça e acertou o travessão, para alívio de Vanderlei.

O time da casa respondeu com bola na rede. Joel, que entrou na vaga de Ricardo Oliveira, invadiu a área e bateu cruzado, mas a arbitragem invalidou o gol.

A sequência da partida foi nervosa. O Audax seguiu com a posse de bola, só que sem efetividade.Para alívio dos mais de 16 mil santistas na Vila Belmiro, que viram o Santos ser campeão paulista pela 22ª vez em sua história.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 AUDAX

Local:Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 08 de maio, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Alex Ang Ribeiro (ambos de São Paulo)
Cartões amarelos: SANTOS: Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Thiago Maia, Gabriel. AUDAX: Velika, Bruno Paulo.
Renda: R$ 934.920,00.
Público: 16.018

GOL:
SANTOS:
Ricardo Oliveira, aos 44 minutos do 1T.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima (Paulinho) e Vitor Bueno (Ronaldo Mendes); Gabriel e Ricardo Oliveira (Joel).
Técnico: Dorival Júnior

AUDAX: Sidão; Francis (Rodolfo), Yuri, Bruno Silva (Felipe Rodrigues) e Velicka; Tchê Tchê, Camacho e Juninho (Wellington); Bruno Paulo, Mike e Ytalo
Técnico: Fernando Diniz

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.