Copa do Nordeste featured

Juninho vira carrasco do Fortaleza e garante Bahia na semi do Nordestão

4/03/2016 06:24:00 PMReginaldo Júnior

Autor de dois gols no triunfo do primeiro jogo, volante faz um golaço na Fonte Nova, garante empate em 1 a 1 e a vaga do Tricolor na semifinal da Copa do Nordeste




Juninho. A partir deste domingo, quando a torcida do Fortaleza ouvir falar nesse nome vai se assustar. Não bastasse os dois gols no jogo de ida contra o Bahia, pelas quartas de final da Copa do Nordeste, o volante aprontou mais uma. Neste domingo, na Arena Fonte Nova, quando o Tricolor perdia por 1 a 0, gol de Eduardo, Juninho apareceu para salvar a tarde. Com um golaço, garantiu o empate em 1 a 1 e a classificação para a semifinal da competição.

Se o gol é o ponto máximo do futebol, a Fonte Nova sofreu para que o esporte chegasse ao seu ápice na tarde deste domingo. Bahia e Fortaleza mostraram direitinho o que não se deve fazer para balançar as redes. Com um festival de gols perdidos, de ambos os lados, os torcedores sofreram na arquibancada. Menos mal para os baianos.

Com a classificação, o Bahia agora enfrenta o Santa Cruz, que derrotou o Ceará neste domingo e venceu o duelo das quartas de final. Como tem melhor campanha na competição regional, o time baiano terá a vantagem de fazer o segundo jogo da semifinal na Fonte Nova.

Bahia x Fortaleza Juninho (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / E.C. Bahia)Juninho faz gol de empate e leva o Bahia para a semifinal do Nordestão (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / E.C. Bahia)

Emoções distintas

Quando Thiago Ribeiro foi derrubado dentro da área, o auxiliar correu para a linha de fundo e o árbitro marcou pênalti, os tricolores tiveram reações diferentes. Os baianos logo imaginaram uma classificação fácil, enquanto os cearenses clamaram por um milagre. Na cobrança, o próprio Thiago Ribeiro bateu, mas Ricardo Berna caiu no canto direito e fez a defesa. Aí os sentimentos mudaram. 
O Fortaleza foi melhor em campo com sobras. Mesmo fora de casa, dominou o meio e teve mais facilidade. Os atacantes é que não conseguiram se sair bem. Pararam na trave, em Lomba e na falta de pontaria. O desespero do Bahia aumentou quando Paulo Roberto recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso aos 26 minutos do primeiro tempo.

Juninho resolve
O Tricolor conseguiu se segurar nos 20 minutos restantes da etapa inicial. Na volta do intervalo, as emoções mudaram de lado. Quando Pio acertou a trave de Lomba, os baianos rezaram por um milagre enquanto a bola cruzava toda a linha do gol. Os cearenses bem que podiam ter tentado um sopro rumo às redes. Mas não adiantou. 

A torcida baiana se inflamou, fez com que o time fosse ao ataque, mas quem comemorou mesmo foram os cearenses. Após cruzamento na área Eduardo enfim balançou as redes. Com o Fortaleza na vantagem do placar, mas sem o resultado para classificar, o cenário do primeiro tempo mudou de lado. O Bahia criou, chegou com perigo, mas seus atacantes erraram demais. Se apertou, chama Juninho. Depois de garantir a vitória no Ceará, o volante foi protagonista mais uma vez. Acertou um belo chute da entrada da área, fez a torcida explodir na Fonte Nova e comemorou a classificação. No último lance da partida, o Fortaleza ainda acertou a trave mais uma vez. A noite não era mesmo dos cearenses.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.