Campeonato Carioca featured

Osvaldo volta a marcar, Flu bate o Boavista e pula para 3º na Taça GB

3/27/2016 08:43:00 PMReginaldo Júnior

Tricolor tem atuação segura em noite de público reduzido no estádio Los Larios, em Xerém; Zagueiro Luiz Alberto, ex-Fluminense, faz gol contra




https://s01.video.glbimg.com/x360/4914251.jpg
Foto: Globo Esporte

Animado com a classificação para a final da Primeira Liga conquistada dias antes, o Fluminense superou o desgaste pelo duelo decidido nos pênaltis contra o Inter e, com boa movimentação no principalmente no primeiro tempo, venceu o Boavista por 3 a 0 na noite deste domingo, em Los Larios, no terceiro jogo de ambos pela Taça Guanabara. Diante de 1.601 pagantes, sendo 1.926 presentes e renda de R$ 29.085, Osvaldo, Luiz Alberto (contra) e Cícero anotaram os gols que levam o Tricolor para a terceira posição, com cinco pontos. O time de Bacaxá fica com três, em 6º.
Para se manter entre os primeiros, o Flu enfrenta o Bangu, quarta-feira, em Edson Passos. O Boavista tem pela frente o Madureira, no mesmo dia, em Bacaxá.

O jogo

O Fluminense mandou no primeiro tempo. Embora o Boavista até procurasse o ataque, a equipe tricolor mostrava muita movimentação e organização. A troca de passes era rápida e superava as ondulações do gramado do estádio Los Larios. Foi num desses bons passes que Gerson acionou Osvaldo no primeiro gol, em infiltração e chute parecidos com o da primeira vez que balançou a rede contra o Inter no meio de semana. Wellington Silva era boa opção pela esquerda, e foi dos pés dele que nasceu a jogada do segundo gol, em cruzamento que Luiz Alberto, aquele mesmo, o ex-zagueiro do Flu, mandou contra a própria meta.

Na saída para o intervalo, Fred, que procurou sair mais da área, disse que o time manteve pegada forte até o segundo gol, reconhecendo a posterior queda de ritmo. A troca de Osvaldo, machucado após levar uma pancada no quadril, por Marcos Junior, alterou a forma do time jogar na segunda etapa principalmente porque o jovem jogador não acertava os lances que tentava. O Flu relaxou demais, Fred deu lugar a Magno Alves por volta dos 15 minutos, e o Boavista chegou até a acertar a trave. A entrada de Douglas no lugar de Gerson deixou o time com mais pegada, e ainda deu tempo para fechar o placar com uma boa troca de passes entre Marcos Junior e Scarpa que terminou em finalização tranquila de Cícero, que marcou o 150º gol na carreira.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.