Campeonato Paulista featured

Corinthians sobra e faz 3 no Botafogo-SP antes de 'decisão' contra o Cerro Porteño

3/13/2016 08:30:00 PMReginaldo Júnior




‘Sai para lá, má fase.'

Depois de duas derrotas consecutivas na temporada, o Corinthians voltou a vencer às vésperas do duelo decisivo contra o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores da América. Na tarde deste domingo, o clube de Parque São Jorge, com uma equipe ‘mista', derrotou o Botafogo-SP, em pleno Estádio Santa Cruz, pelo placar de 3 a 0 e manteve o conforto na liderança do grupo D do Campeonato Paulista.


Os gols de Felipe, Danilo e Maycon, que pela primeira vez balançou as redes na equipe profissional, deixam o time comandado por Tite com 20 pontos, nove a mais do que o Água Santa, terceiro colocado na chave e primeiro clube fora da zona de classificação para as quartas de final.

Enquanto o Corinthians sobra no Estadual, o Botafogo-SP sofre e parece destinado a brigar pelo descenso. Com apenas dez pontos em nove rodadas, a equipe já possui quatro de desvantagem em relação ao São Bento, vice-líder do grupo A do Paulista.

Em uma temporada na qual ainda não convenceu, o Corinthians sobrou no Estádio Santa Cruz. Mesmo com uma formação majoritariamente reserva - apenas os titulares Uendel, Felipe, Guilherme e Giovanni Augusto iniciaram o jogo -, a equipe visitante controlou o ritmo de jogo, afastou qualquer perigo do adversário (Walter pouco trabalhou) e usou as bolas paradas para definir o resultado.

Na primeira etapa, Felipe aproveitou sobra de bola para soltar o pé direito e inaugurar o marcador. Já no tempo complementar, Danilo, de cabeça, e o jovem Maycon, aproveitando-se de uma falha de Neneca, definiram o sexto resultado positivo do atual campeão brasileiro no Estadual.
Treinamento que deu certo

Tite cobrou Guilherme, e o atacante, em poucas semanas, deu uma resposta positiva ao treinador corintiano. As jogadas de bola aérea, antigo defeito do camisa 10, se tornaram uma arma importante para o clube de Parque São Jorge.

Durante o primeiro tempo em Ribeirão, Guilherme teve duas chances de cabeça e deu trabalho ao goleiro Neneca. Com apenas 1,74, o jogador, que marcou de cabeça na vitória por 1 a 0 sobre o Independiente Santa Fé, se mostra uma opção como surpresa na infiltração na bola aérea.

Presente no jogo 100

A bola aérea perigosa, uma hora, se tornaria fatal. Logo aos 17min de partida, depois de cobrança de escanteio, Felipe subiu mais alto que a zaga do Botafogo-SP e desviou de cabeça. A bola rebateu na defesa rival e sobrou na medida para o camisa 28 corintiano, que soltou o pé direito para fazer 1 a 0.
O gol se tornou ainda mais especial para Felipe por um bom motivo. Neste domingo, em Ribeirão Preto, o zagueiro completou 100 jogos com a camisa do Corinthians. Felipe defende o clube de Parque São Jorge desde 2012.

Corinthians sobrou

THIAGO CALIL/Photopress/Gazeta Press
Maycon anotou o primeiro gol como profissional do Corinthians
Maycon anotou o primeiro gol como profissional do Corinthians
A vantagem permitiu ao Corinthians controlar a partida de maneira tranquila. Com posse de bola, marcação firme - destaque para a atuação do paraguaio Balbuena - e volume de jogo, o time comandado por Tite evitou qualquer perigo para o gol defendido pelo goleiro Walter.

No ataque, a bola aérea se mostrou eficiente mais uma vez. Com apenas 3min, Uendel cobrou falta na direção de Danilo, que desviou levemente de cabeça para superar Neneca e anotar o segundo.

Aos 20min, o Corinthians contou com uma falha do goleiro botafoguense para definir o resultado no Santa Cruz. Depois de cruzamento para a área, Neneca espalmou a bola nos pés de Maycon. O garoto corintiano aproveitou para balançar as redes pela primeira vez com o time profissional.

Próximo desafio

Depois de reencontrar o caminho das vitórias após duas derrotas consecutivas na temporada, o Corinthians tem uma decisão pela frente já no meio de semana.

Na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), Tite e companhia encaram o Cerro Porteño, na Arena Corinthians, em duelo pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Uma vitória aproximará o clube alvinegro do mata-mata.

O Botafogo-SP, por outro lado, trabalhará durante a semana para encarar no domingo, às 11h, o Água Santa, fora de casa.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO-SP 0 x 3 CORINTHIANS

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 13 de março de 2016, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Luis Alexandre Nilsen (ambos de SP)
Público: 11.091 pagantes
Renda: R$ 548.850,00
Cartões amarelos: Danilo Bueno, Mirita (Botafogo)
Gols: Felipe, aos 17 minutos do primeiro tempo; Danilo, aos três, e Maycon, aos 20 minutos do segundo tempo (Corinthians)

BOTAFOGO-SP: Neneca, Daniel Borges, Caio Ruan, Mirita e Jussandro (Diego Pituca); Moradei, Rodrigo Thiesen, Allan Dias (Serginho) e Danilo Bueno; Diogo Campos e Alemão (Nunes). Técnico: Márcio Fernandes

CORINTHIANS: Walter, Edilson, Felipe, Balbuena e Uendel; Willians, Maycon, Guilherme (Alan Mineiro), Giovanni Augusto (Lucca) e Danilo; Luciano (Ángel Romero). Técnico: Tite

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.