Copa do Nordeste featured

Zé Roberto supera vaias, marca e Bahia bate o Santinha pelo Nordestão

3/24/2016 02:18:00 PMReginaldo Júnior

Apesar da derrota, o Santa Cruz está garantido nas quartas de final da competição. Tricolor baiano, que atuou classificado, garante os 100% de aproveitamento no torneio




O futebol tem razões que a própria razão desconhece. Como pode um jogador questionado, vaiado desde os primeiros minutos, marcar, no fim do jogo, o gol que decide a partida? Foi o que fez Zé Roberto. O atacante foi o autor do gol do triunfo por 1 a 0 do Bahia sobre o Santa Cruz, na noite desta quarta-feira, na Arena Fonte Nova.
 
O Tricolor baiano, que entrou em campo classificado para as quartas de final do Nordestão e com o time reserva, chegou aos 18 pontos e manteve os 100% de aproveitamento na competição. O Santinha, mesmo com a derrota, se garante na próxima fase por ser um dos três melhores segundos colocados.

Os confrontos das quartas de final do Nordestão estão marcados para a próxima quarta-feira, dia 30, e para o domingo, dia 03 de abril. Os adversários serão definidos pela CBF através de sorteio, nesta quinta-feira.

Bahia x Santa Cruz na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / E.C. Bahia)O Bahia atuou com time reserva e venceu o Santa Cruz na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / E.C. Bahia)

O jogo

Não faltou aplicação tática aos jogadores de Bahia e Santa Cruz na primeira etapa. As duas equipes, cada uma do seu jeito, se propuseram a obedecer o esquema montado pelos treinadores, oferecendo poucos espaços para o adversário. O que faltou mesmo foi uma pitada de bom futebol. O setor de criação dos dois times pecou, e as oportunidades de gols foram escassas. O Tricolor baiano, que atuou no 4-3-3, com um time inteiro de reservas, levava perigo nas investidas de Henrique pela esquerda, e também nos cruzamentos em direção a área. Zé Roberto e Geovane Itinga, por pouco, não marcaram de cabeça. O Santinha, jogando no 4-2-3-1, tentava explorar os erros dos donos da casa e surpreender nos contra-ataques. Na melhor chance, o zagueiro Lucas Fonseca deu uma bobeira, e por pouco Grafite não aparece para conferir. O goleiro Jean salvou o Bahia.

Na saída para o intervalo, Grafite afirmou que o Santa Cruz precisava melhorar muito na partida. O pedido do camisa 9 foi atendido. O time pernambucano voltou para a segunda etapa muito mais ligado, incomodando a defesa do Bahia, principalmente pelo lado esquerdo de ataque, nas investidas em velocidade de Keno. Foi ele quem cruzou para Grafite, de cabeça, tirar tinta da trave do rival. O Tricolor baiano acordou depois dos primeiros dez minutos de bola rolando. Henrique e Geovane Itinga tentavam dar mobilidade ao ataque, porém, ainda assim, esbarravam na boa defesa montada pelos visitantes. À medida que se aproximava do final, o duelo ficava mais aberto, e as duas equipes iam trocando golpes. Após cruzamento na área, o zagueiro Rodrigo testou forte, para o chão, e Tiago Cardoso praticou uma defesa de puro reflexo. E quando tudo parecia definido, quando parecia que o 0 a 0 era um placar definitivo, apareceu a estrela de Zé Roberto. O atacante, vaiado desde o início de jogo, aproveitou cruzamento de Moisés e, de cabeça, deu o triunfo ao Bahia.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.