Copa do Nordeste featured

Com trio de ataque inspirado, Bahia passa fácil pela Juazeirense na Fonte

2/19/2016 12:11:00 AMReginaldo Júnior

Hernane, Edigar Junio e Luisinho marcam no primeiro tempo e definem o triunfo do Tricolor pela Copa do Nordeste - Ebinho descontou. Partida aconteceu nesta quinta




O Bahia precisou de apenas 45 minutos para definir a partida contra a Juazeirense, nesta quinta-feira, na Arena Fonte Nova. Em noite inspirada do seu trio de ataque, o Tricolor marcou três gols na primeira etapa e venceu a equipe do interior pelo placar de 3 a 1, em jogo válido pela 2ª rodada da Copa do Nordeste. Edigar Junio, Hernane e Juninho, de pênalti, balançaram as redes. O atacante Ebinho descontou para o Cancão de Fogo.

Por causa de uma trapalhada do trio de arbitragem, que foi a campo com o uniforme da mesma cor do traje usado pelos jogadores da Juazeirense, a partida só começou com 22 minutos de atraso. Em campo, o técnico Doriva promoveu a estreia do lateral Tinga, que contribuiu com um passe para gol.
O triunfo garante ao Tricolor a liderança do grupo C do Nordestão, com seis pontos ganhos, à frente do Santa Cruz, que venceu e conquistou os três primeiros pontos. A juazeirense, com apenas um, ocupa a lanterna do grupo – o time do interior perde no saldo de gols para o Confiança.
 Bahia e Juazeirense voltam a campo neste domingo, só que pelo Campeonato Baiano. Enquanto o Tricolor viaja para Ilhéus para enfrentar o Colo Colo, o Cancão de Fogo recebe o Feirense em casa. Pelo Nordestão, as duas equipes só entram em ação na próxima quarta-feira: a equipe de Doriva pega o Confiança, e o time do interior enfrenta o Santa Cruz.

Bahia x Juazeirense (Foto: RAUL SPINASSé/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO)Jogadores do Bahia comemoram gol de Luisinho (Foto: RAUL SPINASSé/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO)

Trio de ataque funciona em 45 minutos

Foram 45 minutos de muita intensidade e bom futebol por parte do Bahia, os melhores da temporada até o momento. O time até começou o jogo um pouco travado, com dificuldades para superar a marcação da Juazeirense, mas bastou a primeira boa jogada aparecer para que o time do técnico Doriva encontrasse o caminho do gol. O primeiro, anotado por Edigar Junio, surgiu pelo lado direito, setor do campo onde o Tricolor mais gosta de atacar, com direito a assistência do estreante Tinga. Não demorou dez minutos para o time ampliar o marcador. Marcelo Lomba iniciou um contra-ataque rápido que terminou no pé direito de Hernane, que soltou a bomba para estufar as redes. O Bahia chegou ao terceiro gol com Luisinho, em cobrança de pênalti que ele mesmo sofreu.

Juazeirense desconta, mas não consegue reagir
O ritmo da partida caiu bastante na segunda etapa. Com uma boa vantagem no marcador, o Bahia voltou do intervalo com o freio de mão puxado e criou poucas chances de gol. O time também sentiu a ausência de Hernane, que foi substituído com uma lesão no ombro e deixou com Edigar Junio a responsabilidade de jogar centralizado no ataque. A Juazeirense, que quase não incomodou Marcelo Lomba no primeiro tempo, aproveitou o ritmo lento do Bahia e chegou ao gol com Ebinho, após boa jogada de Elvis. O gol marcado aos 17 minutos deixou a impressão de que o Cancão de Fogo poderia pôr fogo na partida, porém a equipe não mostrou força para pressionar os donos da casa e saiu de campo derrotada por 3 a 1.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.