Brasileirão Série A featured

Aos gritos de 'entrega', Flu joga para valer, mas Figueirense vence e fica na Série A

12/06/2015 06:36:00 PMReginaldo Júnior




Marcão foi o herói da permanência do Figueirense na Série A
FOTO: ESPN

Teve coro em conjunto das duas torcidas: "vascaíno, não esqueço de você. O lado direito é nosso, Eurico na Sibéria e o Vasco na Série B". E, ao longo da partida, gritos ainda por parte dos tricolores para "entrega" e depois para "não atacar". No fim das contas, eles não ecoaram no gramado do Orlando Scarpelli, o Fluminense jogou para valer, mas, ainda assim, não resistiu e perdeu por 1 a 0 para o Figueirense, neste domingo.

Foi suficiente para salvar os catarinenses.

Eles dependiam, também, de um tropeço do Avaí contra o Corinthians, na Arena da Itaquera, que veio no final em empate em 1 a 1.

Com isso, o time alvinegro evita o retorno para a Série B depois de ter retornado em 2013. Joinville, Goiás e Vasco fazem companhia aos avaianos no ano que vem.

Logo na volta do segundo tempo, Marcão, que havia acabado de entrar, comprovou mais uma vez o seu status de talismã e aproveitou pane geral de Artur na zaga do Flu, que acreditou que a bola sairia em lateral, roubou, deixou a marcação na saudade e chutou para abrir o placar aos três minutos. Golaço.

Logo em seguida, o Avaí acabou fazendo o seu também contra os corintianos e voltando a colocar o Figueira na zona de rebaixamento.

Ficou, assim, até o empate com Vagner Love em Itaquera.

A diretoria dos donos da casa trabalhava com a informação de que o Fluminense havia recebido 'mala branca' para vencer. O tricolor carioca negou.

GazetaPress
Torcedor tricolor pede para Fluminense 'entregar' no Orlando Scarpelli
Torcedor tricolor pede para Flu 'entregar'
Com ou sem incentivo, a equipe das Laranjeiras fez jogo duro, foi melhor na etapa inicial e poderia ter saído à frente no marcador. Sobraram oportunidades - sobretudo, com Scarpa, Marcos Júnior e Magno Alves.

O goleiro Alex Muralha terminou sendo o maior destaque.

O Figueirense chegou a levar perigo com o veterano Carlos Alberto, mas desperdiçou duas chances consecutivas de dentro da área. Ele ainda provocou confusão ao entrar com a travar da chuteira no garoto Léo Pelé e tirá-lo de campo.

Na volta para o segundo tempo, Marcão pôs fogo no início, tentou lance de calcanhar e, na sequência, balançou as redes para fazer 1 a 0.

Só dava Figueirense.

O confronto, no entanto, ficou morno depois, sem chance para nenhum dos lados.
Somente aos 27 minutos, Thiago Heleno aproveitou bola alçada na área e pegou de primeira para acertar o travessão defendido por Julio Cesar.

Os minutos finais foram dramáticos para o Figueirense, que contava em seu banco de reservas com uma televisão para acompanhar o fim dos demais jogos. Mas não teve como. O desfecho acabou confirmando o sonho mais sonhado e o clube segue na primeira divisão.

Com o resultado, o Figueirense encerra a sua participação no 16º lugar, com 43 pontos, um acima do Z-4. O Fluminense, que já havia dado férias a nove jogadores, termina em 13º colocado, com 47.

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.