Brasileirão Série B

Em casa, Vitória bate Ceará e fica a um ponto de garantir acesso à Série A

11/14/2015 06:47:00 PMReginaldo Júnior

Melhor no primeiro tempo, Rubro-Negro conta com gol de Kanu para garantir triunfo. Vozão tenta na segunda etapa, Éverson defende pênalti, e Ricardinho é expulso




Kanu Vitória Ceará (Foto: Romildo de Jesus / Agência Estado)
Kanu comemora gol marcado contra o Ceará (Foto: Romildo de Jesus / Agência Estado)

Na reta final do campeonato, qualquer ponto é válido, importante, fundamental. No topo da tabela da Série B, times embolados que brigam pelo acesso à Primeira Divisão. Na parte de baixo, uma briga acirrada contra o rebaixamento. Personagens das duas realidades se encontraram na tarde deste sábado, no Barradão, e duelaram em cada centímetro do campo por seus objetivos: o Vitória, que já vê a luz da Série A; o Ceará, separado por apenas dois pontos do Z-4. Melhor para o Rubro-Negro, que bateu o Vozão por 1 a 0 e deu um importante passo rumo à elite do futebol nacional: precisa de apenas um ponto nos próximos dois jogos para garantir o acesso.

No primeiro tempo da partida, o time baiano teve leve superioridade sobre o adversário. Sem afobação, procurou trabalhar bem a bola e foi premiado com gol de Kanu, de cabeça, após cobrança de escanteio de Escudero. Na segunda etapa, superioridade cearense, que esbarrou na pontaria dos atacantes. O Vozão criou, mas perdeu Ricardinho, expulso, e contou com a boa defesa de Éverson em cobrança de pênalti de Escudero.


Com o resultado, o Vitória se mantém na terceira posição, com 63 pontos – cinco a mais que o Sampaio Corrêa, quinto colocado. A equipe cearense é a 16ª, com 41. O Leão da Barra volta a campo no próximo sábado, quando recebe o Luverdense na Arena Fonte Nova. O Vozão, por sua vez, vai até Minas Gerais para enfrentar o América-MG no Independência.

Sem afobação, Vitória sai na frente

O Vitória começou a partida melhor que o adversário. Com maior posse de bola, o Rubro-Negro teve paciência para tentar povoar o meio de campo e chegar ao ataque pelas laterais, principalmente pela direita. Pedro Ken tentou abrir o placar, mas esbarrou em defesa de Éverson. Um minuto depois, aos vinte, Escudero cobrou um escanteio que só não foi mais certeiro que a cabeçada de Kanu, que completou para o fundo da rede: 1 a 0 para o Vitória. Depois de abrir o placar, o Rubro-Negro recuou e deu um pouco mais de espaço ao Ceará. Mas não adiantou muita coisa... A melhor chance do Vozão foi aos 40: Baraka tabelou com Rafael Costa e bateu. Gatito Fernández fez a defesa. Rafael Costa ainda tentou no finalzinho, sem sucesso.

Pressão, cartão vermelho e pênalti perdido

O segundo tempo foi de superioridade cearense. Logo no primeiro minuto, Escudero perdeu uma grande oportunidade pelo Rubro-Negro: bateu de bico, Éverson espalmou; Diego Renan tentou chegar para o rebote, mas a zaga cearense travou a jogada. A partir daí, leve domínio do Vozão, que teve maior posse de bola e ameaçou mais que o dono da casa. O Vitória, que havia demonstrado um futebol arrumado na primeira etapa, se desorganizou em boa parte da segunda etapa. O gol do Ceará poderia ter saído dos pés de Rafael Costa, que arriscou de fora da área, além de Júlio César. Sobrou para Gatito salvar a lavoura. Aos 31, pênalti para o time do baiano! Depois de cabeceio certeiro de Elton, Ricardinho impediu o gol com a mão e foi expulso. Escudero cobrou e bateu fraco, no meio do gol. Éverson não teve dificuldade para fazer a defesa. Kanu ainda teve chance de deixar o segundo, mas o goleirão do Ceará impediu o tento.




Fonte: Globo Esporte

You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.