Brasileirão Série B

Náutico vence Bahia, mas sonho do acesso à Série A fica para próximo ano

11/21/2015 07:03:00 PMReginaldo Júnior

Apesar do triunfo, na Arena Pernambuco, vitória do Santa Cruz sobre Mogi Mirim sepultou as chances dos alvirrubros; Bahia volta para casa com mais uma derrota




A Série B do Campeonato Brasileiro, que havia acabado para o Bahia, na última semana, encerrou para o Náutico, neste sábado. O Timbu até venceu os baianos, por 1 a 0, na Arena Pernambuco, este sábado, mas os resultados da rodada não ajudaram. América-MG, Vitória e Santa Cruz carimbaram o acesso, ao lado do Botafogo, e vão figurar na Série A 2016. Fabiano Eller foi o responsável por colocar mais três pontos na conta dos alvirrubros, num jogo morno e sem grandes emoções. A partida foi assistida por 1.666 torcedores, o menor público do Timbu nesta Série B.
A despedida do Náutico na temporada, pela Série B, é contra o Bragantino, em Bragança Paulista, no próximo sábado. Se vencer, embora não valha mais nada, os alvirrubros encerram a Segundona 2015 na quinta posição. Já o Bahia, no mesmo dia, recebe o Atlético-GO, em mais um encontro para cumprir tabela na última rodada da competição, na Arena Fonte Nova.

Náutico x Bahia Série B (Foto: Adelson Carneiro / Pernambuco Press)Náutico x Bahia foi um jogo movimentado no primeiro tempo e apático na etapa final (Foto: Adelson Carneiro / PE Press)

O Náutico dependia de outros resultados para seguir vivo na briga por uma vaga no G-4 da Série B, mas esqueceu o lado de fora da Arena Pernambuco para não repetir o vacilo do último sábado, no empate, em casa, com o CRB. Os alvirrubros começaram o jogo contra o Bahia em outro ritmo. Mais ligados, brigavam por todas as bolas. Biteco e Daniel Moraes tiveram as primeiras chances, mas erraram o alvo. O prêmio veio aos 17 minutos, quando Fabiano Eller aproveitou uma lambança da defesa baiana e mandou para o fundo das redes. O gol, no entanto, parece ter feito mal ao Náutico. O Bahia cresceu, comandado por João Paulo Penha, que acertou o travessão num chute de fora da área e obrigou Júlio César a fazer uma ótima defesa em outro. Pelo futebol apresentado nos 45 minutos iniciais, o placar de 1 a 0 foi bom para o Timbu.

Monotonia. Essa é a palavra que definiu o segundo tempo de Náutico e Bahia. O Timbu até começou em cima e, com cinco minutos, havia criado duas oportunidades com Daniel Moraes e Willian Magrão. O grupo, no entanto, sentiu o baque com os gols do Santa Cruz, no jogo que decretou o acesso Tricolor, eliminando as chances alvirrubras. Mesmo sem anúncio no sistema de som da Arena Pernambuco, os torcedores se calaram com a vitória do rival e contribuíram para que o segundo tempo não tivesse grandes jogadas.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.