Brasileirão Série B

Macaé tropeça no Boa Esporte e se complica na luta contra o rebaixamento

11/20/2015 11:34:00 PMReginaldo Júnior




O Macaé desperdiçou a chance de ficar próximo da fuga da degola ao empatar por 1 a 1 com o Boa Esporte, nesta sexta-feira, no estádio Claudio Moacyr. Com o resultado, os cariocas chegaram a 43 pontos e vão decidir a sua permanência na Série B na última rodada.



O time sentiu a pressão no primeiro tempo e viu o Boa ir para o intervalo com a vantagem no placar após gol de Leonardo. No entanto, no segundo tempo, os cariocas melhoraram e chegaram ao empate com Pipico.

Na próxima rodada, o Macaé terá o confronto direto com o Ceará, em Fortaleza, no próximo sábado. No mesmo dia, o Boa encerra sua participação na Série B contra o ABC, em Varginha, em duelo de rebaixados.

O jogo

O Macaé começou a partida já pressionando o Boa em seu campo de defesa. No entanto, o donos da casa tinham problemas na hora das finalizações e pouco incomodaram o goleiro Douglas. Os mineiros tentavam avançar nos contra-ataques, mas sem sucesso.

O Boa abriu o placar aos 14 minutos, na sua primeira chegada ao ataque. Após cobrança de falta na área, Patrick escorou e Leonardo cabeceou para a rede.

O Macaé sentiu o revés e viu o Boa crescer na partida. Tanto que, aos 17 minutos, os visitantes quase chegaram ao segundo gol. Jonathas foi lançado na área, cruzou, mas Thaciano não chegou a tempo para tocar para o gol. Os cariocas só conseguiram responder aos 23, em cabeçada de Douglas Assis para fora.

Aos poucos, o Macaé voltou a ter o controle do jogo. Tanto que em um curto espaço de tempo, os donos da casa criaram duas chances de gol. Primeiro, Pipico foi lançado, passou por um marcador, mas finalizou por cima do travessão. Depois, foi a vez de Wagner Carioca cobrar falta de longe, mas obrigar Douglas a grande defesa.

Nos minutos finais, os cariocas tentaram o empate, mas só conseguiram assustar em cobrança de falta na área que passou por todo mundo e quase enganou Douglas. O goleiro do Boa teve reflexo para colocar a bola pela linha de fundo. Com isso, os mineiros foram para o intervalo com a vantagem no placar.



Outro destaque do Macaé, Pipico já figurou entre os líderes da Chuteira de Ouro, mas ainda é destaque na artilharia da Série B, com 8 gols
Foto: ESPN

Na etapa final, o Boa passou a explorar os espaços deixados pelo Macaé e quase ampliou aos quatro minutos. Bruno Felipe levou a melhor sobre a marcação e chutou muito próximo do gol de Rafael. A resposta do Macaé veio somente aos 11, em chute de Aloísio para fora.

O lance animou o Macaé, que passou a pressionar em busca do empate. Após desperdiçar algumas boas oportunidades, os donos da casa conseguiram o gol aos 21 minutos. Henrique foi lançado pela direita e achou Pipico. O atacante chutou forte, o goleiro Douglas ainda tentou a defesa, mas a bola entrou lentamente.

Após o empate, os cariocas aumentaram a pressão para a virada. O Macaé quase fez o segundo aos 25 minutos. Aloísio pegou rebote na área, mas chutou para fora. Depois, foi a vez de Pipico receber lançamento na área, dominar a bola, mas chutar fraco. O goleiro Douglas teve tempo para se esticar e salvar os mineiros.

Nos minutos finais, o Macaé foi com tudo em busca dos três pontos. Douglas Assis quase marcou aos 38 minutos, em cabeçada. A bola passou raspando o travessão de Douglas. No entanto, os donos da casa pouco produziram depois disso e tiveram que se contentar com o empate.

FICHA TÉCNICA:MACAÉ 1 X 1 BOA ESPORTE

Local: Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 20 de novembro de 2015, sexta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Katiuscia Berger Mendonça (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)
Cartões amarelos: Anselmo, Douglas Assis e Fernando Neto (Macaé); Léo Baiano, Leonardo e Wendel (Boa)

GOLS:MACAÉ: Pipico, aos 21 minutos do segundo tempo
BOA: Leonardo, aos 14 minutos do primeiro tempo

MACAÉ: Rafael; Henrique, Ramon, Douglas Assis e Diego Corrêa; Gedeil (Aloísio), Wagner Carioca (Alisson), Juninho e Fernando Neto (Jones); Pipico e Anselmo. Técnico: Toninho Andrade

BOA: Douglas; Wendel (Gabriel Dias), Patrick, Raphael Silva e Léo Baiano; Bruno Felipe, Leonardo, Moacir (Clayton) e Clebson; Thaciano e Jonathas (Bruno Lucas). Técnico: Cesinha

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.