Brasileirão Série A

Goiás aproveita erros da zaga do Inter, vira no Serra Dourada e atenua crise

11/01/2015 08:30:00 PMReginaldo Júnior

Esmeraldino fez 2 a 1 na noite deste domingo, encerrou com uma sequência de cinco derrotas consecutivas pelo Brasileirão e segue na luta pela permanência




O Inter traçou como estratégia marcar um gol cedo para evitar o desgaste e deixar a torcida do Goiás nervosa. Deu certo. Ocorre que o plano não contava com os erros de sua defesa. O Esmeraldino aproveitou as bobeadas, conseguiu a virada e construiu o 2 a 1 na chuvosa noite deste domingo no Serra Dourada. De quebra, acabou com a sequência de cinco derrotas consecutivas pelo Brasileirão e respira na competição, ainda na luta para evitar o rebaixamento.
Goiás x Internacional no Serra Dourada (Foto: Reprodução/Premiere)Réver sofreu com avanços de Zé Love na derrota do Inter para o Goiás (Foto: Reprodução/Premiere)

Valdívia abriu o placar aos 19 minutos, com uma pintura. No segundo tempo, O Goiás precisou de cinco minutos para mudar o resultado. Aos dois, Zé Love mostrou oportunismo após erro de Réver. O zagueiro colorado voltou a bobear três minutos depois. Desta vez, para Bruno Henrique vencer Alisson.

Com o resultado, o Goiás chega aos 34 pontos e está em 17º lugar. Já o Inter tem 50 pontos e ocupa a sexta colocação, três pontos atrás de Santos e São Paulo quarto e quinto colocados, respectivamente, na luta por uma vaga à Libertadores. Na próxima rodada, o Esmeraldino pega o Flamengo. A partida será realizada no domingo, às 17h, no Maracanã. Um dia antes, o Colorado recebe a Ponte Preta no Beira-Rio. O duelo está previsto para ocorrer às 17h.

O jogo

O jogo começou com as duas propostas claras. O Goiás se posicionou todo no campo de defesa, à espera de um erro do Inter para sair no contra-ataque. Já os gaúchos, para evitar o desgaste, trocavam passes curtos, até encontrar um espaço. Entretanto, foi graças a um lançamento que os visitantes criaram a primeira chance de perigo. Aos 11 minutos, William recebeu lançamento na direita e cruzou para Lisandro López. O gringo chutou de primeira, no contrapé de Renan, que fez grande defesa.

O lance animou o Colorado. Na sequência, Lisandro teve nova oportunidade, mas pegou errado e chutou torto. Melhor em campo, não demorou a abrir o placar. Oito minutos depois, após dois erros da defesa do Goiás na tentativa de afastar, a bola sobrou para Valdívia. O meia-atacante escolheu o canto direito de Renan, que nada pôde fazer. O Inter quase o time ampliou. Alex recebeu na área e arriscou, mas o goleiro mandante conseguiu evitar e mandar para escanteio. A facilidade que alcançava virou desconcentração. O final do primeiro tempo quase custou a vitória parcial. No último lance antes do intervalo, Artur recebeu lançamento e encobriu Alisson. Antes de a bola cruzar a linha, Paulão se voou e salvou o que seria o empate.

Os cochilos ocorridos no final da etapa inicial voltaram a se repetir no começo do segundo tempo. Desta vez, o Goiás não desperdiçou. Aos dois minutos, Bruno Henrique ganhou de cabeça de Paulão. Réver falhou e a bola sobrou para Zé Love. O atacante só teve o trabalho de deslocar Alisson. O gol acordou o Inter, que se atirou para o ataque. No minuto seguinte, Lisandro quase marcou, mas Renan defendeu. Anderson ainda teve duas chances, perdendo ambas. E um dos clichês mais batidos do futebol apareceu. Quem não faz, leva. Aos cinco, Diogo Barbosa cruzou. Em mais um equívoco de Réver, que se desequilibrou, a bola sobrou para Bruno Henrique, que completou e conseguiu a virada.

As falhas do zagueiro acabaram com a paciência de Argel, que o sacou para a entrada de Artur. Ernando retornou a sua função de origem. Na tentativa de empate, D’Alessandro entrou na vaga de Alex. Danny Sergio, por sua vez, sacou Zé Love e colocou Rodrigo, para segurar o resultado. Desorganizado, o Inter tentava invadir a área na base da vontade. Bem postado, o Goiás evitava deixar espaços. Quando encontrava uma brecha, parava nas defesas de Renan.  Aos 33, um lance polêmico. Eduardo Sasha recebeu dentro da área e, ao tentar se livrar de dois marcadores, desabou. O árbitro Marcelo Aparecido de Souza entendeu que a jogada foi normal e assinalou mão do atacante gaúcho. A luta colorada seguiu até o fim, mas não surtiu efeito: 2 a 1 para o Goiás.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.