Brasileirão Série A

Com pênalti polêmico, Figueira vence, segura a Ponte e vê Z-4 mais longe

11/19/2015 12:14:00 AMReginaldo Júnior

Árbitro Francisco Carlos Nascimento assinala penalidade máxima em lance que a bola bate na cabeça de Ferron, e Clayton decreta vitória do time catarinense por 1 a 0




Com um gol marcado em cobrança de penalidade, um tanto polêmica, o Figueirense venceu a Ponte Preta na noite desta quarta-feira, no estádio Moisés Lucarelli. Clayton foi o responsável por converter o pênalti, bastante reclamado pela equipe paulista. O placar de 1 a 0 deixa a Macaca com chances remotas de chegar ao G-4 e dá um novo alívio ao clube catarinense na fuga contra o rebaixamento.
Aos 11 minutos do primeiro tempo, Clayton cruzou e a bola tocou na cabeça do zagueiro Ferron, dentro da área da equipe paulista. O árbitro Francisco Carlos Nascimento assinalou penalidade ao atender a posição do auxiliar e causou a revolta nos jogadores da Ponte. Clayton, que nada teve com isso, bateu e marcou o único gol do jogo, aos 13 minutos.
Ponte Preta x Figueirense (Foto: Estadão Conteúdo)Figueirense levou a melhor sobre a Ponte Preta nesta quarta-feira (Foto: Estadão Conteúdo)
Ferron defendeu a camisa do Figueirense até o mês de agosto, mas na noite desta quarta-feira ele estava entre os titulares da zaga da Ponte Preta e foi juntamente o zagueiro o responsável pelo lance polêmico da partida. O atacante Clayton, aos 12 minutos, cruzou para a área da equipe paulista e Ferron desviou a bola para a linha de fundo. Com uma certa demora, o árbitro Francisco Carlos Nascimento assinalou penalidade máxima por entender que a bola tocou no braço do zagueiro – a imagem do Premiere exibiu que o desvio foi com a cabeça e não com o braço. Após muita reclamação dos donos da casa, Clayton bateu a penalidade e abriu o placar.

Empurrada pela torcida, a Macaca acuou o Figueirense, que passou a buscar o contra-ataque. A dona da casa assustou mesmo foi com os chutes de fora da área, com Elton e Fernando Bob. Pouco mais tarde, aos 37, Alexandro cabeceou  com muito perigo e quase empatou. Apesar dos esforços ofensivos, a Ponte foi segura na primeira etapa pela defesa catarinense.

Na 36ª rodada, ainda com a esperança de chegar ao G-4, a Ponte Preta encara o Flamengo, no estádio Mané Garrincha, às 18h, no domingo. No mesmo dia, mas às 17h, o Figueira recebe a Chapecoense no intuito de dar mais um passo longe do Z-4, no estádio Orlando Scarpelli.




Fonte: Globo Esporte

You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.