Brasileirão Série A

Corinthians atropela Atlético-MG, vence e pode ser campeão na próxima rodada

11/01/2015 06:08:00 PMReginaldo Júnior




O Atlético-MG encarava como uma final antecipada. O Corinthians, por sua vez, como apenas mais um jogo. A vantagem na classificação, claro, contribuía. Mas também o equilíbrio que caracteriza os times comandados por Tite. E foi, assim, sem se deixar abalar pela pressão, que os paulistas construíram o placar no segundo tempo, venceram por 3 a 0 e praticamente decidiram o campeonato neste domingo, na Arena Independência.

O título brasileiro está, mesmo, a caminho do Parque São Jorge.

A sexta conquista do clube em sua história.



Para confirmá-la com quatro rodadas de antecedência, o Corinthians precisa vencer o Coritiba no próximo sábado, na Arena, em São Paulo, e o Atlético-MG perder ou empatar com o Figueirense, em Florianópolis, no dia seguinte.

Depois de um primeiro tempo em que os donos da casa levaram mais perigo, os corintianos voltaram com tudo na etapa final e saíram com Malcom aproveitando falha do zagueiro Edcarlos e cruzamento de Jadson para cabecear para o fundo das redes, aos 22 minutos.

Vagner Love ampliou logo em seguida, aos 29, aproveitando novo lance de Jadson para bater Edcarlos em velocidade e chutar forte na saída de Victor. Com o resultado encaminhado, a equipe alvinegra pôs fim a qualquer chance de reação em voleio de Lucca, aos 39. Um golaço.

A diferença na tabela agora é de 11 pontos. O Corinthians é mais líder do que nunca, com 73, e o Atlético-MG segue em segundo, com 62.

CONFUSÃO FORA DE CAMPO

Com ingressos esgotados, a Polícia Militar teve trabalho para evitar tumulto torcedores que ainda tentavam, antes do pontapé inicial, conseguir entradas nos arredores do Independência. Foi necessário usar gás lacrimogênio para controlar a situação. O saldo da confusão foram diversos feridos, todos eles atleticanos.

Para completar, um ônibus que carregava organizada do Corinthians ainda se atrapalhou durante o caminho e cruzou com a torcida mandante.
GazetaPress
Tite se protege das cusparadas na Arena Independência
Tite se protege das cusparadas na Arena Independência
MÁGOA DO PASSADO

Até a metade do primeiro tempo, o técnico Tite teve de recorrer a uma blusa com capuz para se proteger das cusparadas que vinham da torcida do Atlético-MG. O ambiente hostil foi suavizado somente após intervenção do companheiro de profissão Levir Culpi, que foi até o banco de reservas corintiano pedir para que os torcedores mineiros acalmassem.
O treinador gaúcho comandou os donos da casa em parte da campanha do rebaixamento no Brasileiro de 2005. Ele ocupou o banco de reservas do time nas 17 primeiras rodadas daquele campeonato.
Esse foi o primeiro compromisso nesta temporada na Série A que a diretoria corintiana acompanhou em peso a delegação da equipe em uma viagem. O superintendente Andrés Sanchez reclamou do foguetório na porta do hotel do clube durante a madrugada.
PRATTO TENTA E MALCOM RESPONDE
Ao contrário do que se esperava, foi o Corinthians que tomou a iniciativa e pressionou no começo da partida. Somente após os 15 minutos iniciais, o Atlético-MG, enfim, assumiu as rédeas em campo, apostando, sobretudo, na bola aérea. Ao todo, de acordo com números do Footstats, foram 17 cruzamentos e 21 lançamentos que tiveram, em sua maioria, como alvo o argentino Lucas Pratto.
O centroavante teve duas chances no primeiro tempo - em uma delas, sozinho, chegou atrasado em cruzamento do compatriota Dátolo pela esquerda. O Galo tentava descer pelos lados do campo e tirar proveito da fragilidade do garoto Guilherme Arana, que vacilava na marcação.

O troco do Corinthians vinha, sobretudo, com a revelação Malcom, que saiu na cara de Victor por três vezes, mas não conseguiu balançar as redes. O garoto de 18 anos segurava a bola e facilitava para a defesa. Renato Augusto também teve excelente oportunidade em saída equivocada atleticana, mas chutou por cima do travessão.

Gazeta Press
Vagner Love deixou Edcarlos na saudade para ampliar
Vagner Love deixou Edcarlos na saudade para ampliar
FALHA DE EDCARLOS
Os dois times voltaram com a mesma postura do vestiários. Com o jogo aberto, acabou saindo de falha do único reserva atleticano em campo, o zagueiro Edcarlos, a chance para Malcom, sem marcação, cabecear no contrapé de Victor e abrir o placar. O ex-são-paulino ainda foi batido na velocidade por Vagner Love para o Corinthians fazer o segundo e aumentou no Independência.
Lucca, de voleio, fechou com um golaço após combinação entre Renato Augusto e Love na entrada da área. Foi o primeiro gol do reforço trazido do Criciúma no meio da competição.

PRÓXIMO DESAFIO

Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Coritiba, no sábado (7), às 19h30 (de Brasília), na Arena, em São Paulo. O Atlético-MG, por sua vez, visita o Figueirense no domingo (8), às 17h, no Orlando Scarpelli.

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.