Brasileirão Série B

Rebaixado, Boa vence o Bahia e acaba com chances de acesso do Tricolor

11/14/2015 06:50:00 PMReginaldo Júnior

Moacir, Thaciano e Wendel marcam os gols da partida e acabam com série de 16 jogos sem triunfos do Boa. Bahia tem sequência de quatro jogos sem vencer




Rebaixado desde a 34ª rodada, o Boa Esporte tem o destino selado na Série B. O que, no entanto, não impede que possa determinar o futuro de outros times na competição. Neste sábado, a equipe mineira venceu o Bahia por 3 a 0 no estádio Municipal de Varginha e acabou com as chances de acesso do Tricolor. Moacir, Thaciano e Wendel marcaram os gols da partida, e determinaram o primeiro triunfo do Boa no segundo turno e o fim do jejum de 16 jogos sem vencer.

Com o resultado, o Boa Esporte chega aos 27 pontos, mas permanece na vice-lanterna da Série B. Na sexta-feira, o time mineiro recebe o Macaé no Moacyrzão, às 20h30 (horário de Brasília), pela penúltima rodada do torneio. Com 55 pontos, o Bahia cai para a nona colocação. Como o Santa Cruz, quarto colocado, chegou aos 61 pontos e tem maior número de vitórias, o time baiano não tem mais chances de brigar pelo G-4. No sábado, às 17h30, o Tricolor da Boa Terra entra em campo para enfrentar o Náutico, no Arruda, apenas para cumprir tabela e com uma sequência de quatro jogos sem triunfos. 

Bahia x Boa (Foto: Divulgação / E.C. Bahia)O Boa superou o Bahia no estádio Municipal de Varginha (Foto: Divulgação / E.C. Bahia)

O jogo
O Boa enfrentou uma semana turbulenta. Rebaixado para a Série C, o time mineiro perdeu o técnico Nedo Xavier, que se demitiu na última quinta-feira, e a diretoria precisou recorrer ao assessor de imprensa Cesinha para comandar a equipe neste sábado. Houve ainda a indefinição do local da partida. A CBF aceitou que o jogo fosse transferido de Varginha para Aracaju, mas depois voltou atrás da decisão. Dentro de campo, contudo, parecia que os problemas haviam sumido. Os mineiros dominaram o Bahia, criaram as melhores chances e abriram o placar aos 19 minutos. Após cobrança de falta, Leonardo tentou chutar para o gol, mas a bola desviou no zagueiro Gustavo e sobrou para Moacir, quase na pequena área, completar para o fundo das redes. Com o peso de ficar cada vez mais distante do acesso, o Tricolor se perdeu no gramado. Tentava construir jogadas, mas errava passes simples. Charles Fabian mudou o time, sacou o volante Yuri e colocou o atacante Alexsandro. Mas a substituição não mudou o panorama, e a atuação baiana seguiu apagada. 

O torcedor baiano que esperava um segundo tempo diferente se decepcionou. O Tricolor seguiu em campo nervoso e sem o menor traço de inspiração. Ao Boa Esporte, restou aproveitar as oportunidades para destruir de uma vez por todas os aspirações do rival. Aos 13 minutos, em lance de contra-ataque, Bruno Felipe avançou pela esquerda e rolou para Thaciano concluir sozinho e ampliar o placar. O gol deixou o Bahia a ponto de um nocaute. O time baiano não conseguia atacar, e muito menos defender com eficiência. O Boa ameaçava em contragolpes, mas falhava no último passe e nas finalizações. A melhor chance do Bahia na segunda etapa foi em chute de Kieza, que acertou a trave. Muito pouco para quem sonhava em subir de divisão, e precisou assistir o Boa marcar o terceiro nos acréscimos, com Wendel, de cabeça, após uma pane geral do sistema defensivo.



Fonte: Globo Esporte

You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.