Brasileirão Série A

Avaí marca no fim, segue fora do Z-4 e complica Joinville no Brasileirão

11/19/2015 12:18:00 AMReginaldo Júnior

Everton Silva balança a rede aos 42 minutos do segundo tempo, mantém o Leão fora da zona de rebaixamento e coloca o JEC a sete pontos para deixar zona da degola




Avaí e Joinville entraram em campo nesta quarta-feira sabendo que perder pontos poderia ser fatal na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. E quando o placar sinalizaria um empate desastroso para os dois, Everton Silva transformou a noite do Leão. Aos 42 do segundo tempo, marcou o gol da vitória por 2 a 1 – Anderson Lopes e Fernando Viana também balançaram as redes - e que mantém o time azurra fora do Z-4.
O triunfo era ainda mais importante porque Coritiba e Figueirense venceram na rodada. O Avaí continua em 16º, com 38 pontos, e o Joinville, lanterna, a sete pontos do próprio Leão, vê a situação se complicar dentro do Brasileirão.

Agora tanto Avaí quanto Joinville voltam a campo no domingo. Às 19h30, o Leão visita o Fluminense, no Espírito Santo. O JEC joga mais cedo, às 17h, contra o Vasco, na Arena.

André Lima; Avaí x Joinville (Foto: Estadão Conteúdo)André Lima marcou o primeiro gol do Avaí na vitória diante do Joinville (Foto: Estadão Conteúdo)

O jogo

Em uma partida com tanto interesse em jogo, era natural um início cauteloso. Avaí e Joinville pouco produziam até os 16 minutos, quando Anderson Lopes fez fila na defesa do JEC e foi derrubado por Guti. André Lima cobrou, e Agenor defendeu, mas no rebote o camisa 99 conseguiu abrir o placar. A vantagem mudou a estrutura do jogo, e os visitantes se lançaram ao ataque, dando espaço para os contragolpes.

Fechado e apostando na transição, o Avaí chegou ao segundo gol, mas Nino Paraíba estava em posição irregular, segundo o assistente. No JEC, PC Gusmão lançou Fernando Viana e sacou Marcelinho Paraíba, ainda aos 32. A intenção era tentar aproveitar os constantes cruzamentos. A alteração funcionou e após um desvio na cobrança de escanteio, Viana empatou a partida de cabeça. Vagner ainda fez a defesa, mas o auxiliar correu para o meio e assinalou o gol aos 42 minutos.
Na volta do intervalo, PC fez nova alteração. Kadu deu lugar a Danrlei, e o JEC ganhou estatura e força física. Aos dois minutos, Raul Cabral respondeu e trocou Rudnei por Pablo, na expectativa de dar mobilidade. Apesar de visitante, o Joinville tinha as ações de jogo contra um Avaí recuado e contava com a bola aérea como sua principal jogada – Rafael Donato por pouco não marcou de cabeça.

Quando tirou André Lima para colocar Romulo e apostar em mais velocidade, Raul Cabral conseguiu dar um pouco de vida ao Avaí. Anderson Lopes passou a jogar centralizado e teve chance de finalizar dentro da área, mas errou a bola. E quando o Leão tentava crescer, o JEC por pouco não virou o jogo. Kempes cabeceou, Vagner defendeu, e Edigar Junio desperdiçou o rebote aos 34 minutos. O placar se encaminhava para a igualdade quando Everton Silva conseguiu desempatar a partida. Invadiu a área e bateu no canto de Agenor. Triunfo que mantém a equipe azurra viva e complica o Tricolor.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.