Brasileirão Série A

Sport vence fora de casa e sonha com G-4; Palmeiras sofre pressão da torcida

10/24/2015 10:26:00 PMReginaldo Júnior

Com gols de Marlone e André, time pernambucano passa pelo Verdão, no Pacaembu, e fica bem na tabela. Paulistas perdem oportunidade de voltar ao grupo da frente




Três vitórias seguidas e um sonho de volta. Mais uma derrota e um pesadelo à vista. Esse é o panorama de Sport e Palmeiras depois da partida deste sábado, pela 32ª rodada do Brasileirão, no Pacaembu. O triunfo por 2 a 0, com gols de Marlone e André, dão ao time pernambucano a possibilidade de voltar a sonhar com vaga na Libertadores. Para o Verdão, com time misto, sobrou cobrança. A torcida gritou que a vaga na final da Copa do Brasil é "obrigação".
Antes de a bola rolar, o empate do Santos com o Figueirense ajudou o Palmeiras. Se vencesse, o time paulista voltaria ao G-4. Não deu certo. Com 48 pontos, o time foi ultrapassado pelo próprio Sport, que, agora com 49, está a apenas um ponto da zona de classificação à Libertadores. Foi a primeira vitória do Sport fora de casa neste Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, o Palmeiras tem clássico contra o Santos, domingo, dia 1º de novembro, às 17h, na Vila Belmiro. O Figueirense joga um dia antes, às 21, contra o Coritiba, fora de casa.
Pela Copa do Brasil, o Verdão tem partida decisiva na quarta-feira, às 22h, na Arena Palmeiras. O time recebe o Fluminense, que venceu a primeira semifinal por 2 a 1.

Gol do Sport contra o Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)Marlone comemora o primeiro gol do Sport contra o Palmeiras, no Pacaembu (Foto: Marcos Ribolli)

O jogo

Sem alguns titulares, o Palmeiras foi dominado pelo Sport no primeiro tempo. Ainda sonhando em voltar ao G-4, o Leão tocou a bola com paciência e criou as principais chances. Logo no início, Diego Souza obrigou Fernando Prass a fazer grande defesa. Os pernambucanos aproveitaram o espaço dado pelo Verdão na marcação aos 15 minutos. Livre, Marlone avançou pelo meio e chutou de longe. A bola entrou no ângulo esquerdo. Um golaço!

Torcida Palmeiras protesto pacaembu (Foto: Marcos Ribolli)Torcida do Palmeiras protesta na arquibancada
(Foto: Marcos Ribolli)
Não foi só na zaga que o Palmeiras voltou a cometer erros. Montado no esquema 4-2-3-1, o Verdão tinha na armação apenas o argentino Allione, facilmente marcado por Rithely e Wendel. O time só conseguiu criar quando Egídio avançou pela esquerda. Em cruzamento preciso, Rafael Marques se antecipou à marcação e, de cabeça, obrigou Danilo Fernandes a voar para a defesa.

Na volta para o segundo tempo, Marcelo Oliveira mandou a campo dois titulares: Zé Roberto e Dudu entraram para tentar levar o Palmeiras a uma reação. Não deu certo. O Verdão até que avançou mais ao ataque, mas foi o Sport que fez o segundo gol. Aos 13 minutos, João Pedro derrubou Diego Souza na área. Pênalti! Na cobrança, André ampliou para os pernambucanos.

Automaticamente o Palmeiras se lançou ao ataque. A reação era necessária. Mas a noite não parecia ser alviverde. Aos 23, Dudu chutou cruzado e viu Danilo Fernandes fazer grande defesa. No rebote, à queima-roupa, Cristaldo completou. Mas o goleiro fez milagre. Pouco tempo depois, a torcida alviverde gritou: "Não é mole não, quarta-feira não é mais que obrigação".

Era uma referência à semifinal da Copa do Brasil, contra o Fluminense. Derrotado no jogo de ida, no Rio de Janeiro, por 2 a 1, o Palmeiras precisa de uma vitória por 1 a 0 para ir à final. Se levar um gol em casa, o Verdão terá de vencer por dois gols de diferença.

Confusão Sport x Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)Jogadores de Palmeiras e Sport se desentendem por falta de fair play (Foto: Marcos Ribolli)

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.