Brasileirão Série B

Santa Cruz vence, encosta no G-4 e aumenta série negativa do Criciúma

10/27/2015 11:44:00 PMReginaldo Júnior

Equipes criaram pouco, mas tricolores procuraram jogo e foram mais objetivos, com Bruno Moraes e Raniel; Tigre seca Ceará para não se aproximar mais do Z-4




O Santa Cruz segue vivo na briga pelo G-4. A Cobra Coral pôs fim à sequência negativa das últimas três rodadas ao derrotar, nesta terça-feira, no Arruda, o Criciúma, por 2 x 0 - gols marcados por Bruno Moraes e Raniel. O resultado, por outro lado, aprofunda o mau momento do Tigre - agora o 15º na tabela. A equipe comandada pelo técnico Roberto Cavalo passa a ver o Z-4 mais de perto. O que une os dois adversários, porém, é a necessidade de "secar" no final de semana. Os pernambucanos precisam torcer contra o Bahia, quarto colocado, para se manterem próximos do pelotão da frente. Já os catarinenses querem a derrota do Ceará para não ficarem a apenas quatro pontos da degola.
Santa Cruz e Criciúma, agora, terão 10 dias para se preparar para o próximo jogo. Os pernambucanos, em no dia sete, visita o Bahia, em duelo direto pelo G-4, na Fonta Nova, em Salvador. Os catarinense vão a campo no mesmo dia e também pegam pedreira: o Botafogo, líder da competição, no Heriberto Hülse.

Santa Cruz x Criciúma Série B (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Santa Cruz foi mais objetivo do que o Criciúma, no Arruda, neste terça-feira (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)
O primeiro tempo do jogo não foi o que se pode chamar de emocionante. Pelo contrário: Santa Cruz e Criciúma não pareciam precisar tanto da vitória quanto efetivamente necessitavam. O resultado é que os 45 minutos iniciais tiveram poucas chances de gol de parte a parte. A Cobra Coral foi ligeiramente superior na metade inicial. O Tigre dominou um pouco mais a porção final do primeiro tempo. A superioridade, no intervalo, ficou com quem foi mais eficiente: os donos da casa marcaram com Bruno Moraes, na única chance real que teve.

O segundo tempo foi diferente. O Santa Cruz, mesmo sem fazer um duelo brilhante, dominou as ações. Mais aceso, o Tricolor teve mais posse de bola, criou situações de gol e evitou que o Criciúma fizesse o mesmo. A verdade é que o time catarinense não estava inspirado. Erros de passe e pouca força, tanto defensiva quanto ofensiva, marcaram a atuação ruim da equipe de Roberto Cavalo. Ainda assim, o duelo estava indefinido até os 25 minutos. O que aconteceu, porém, foi o oposto: a Cobra Coral confirmou o melhor futebol e decidiu o jogo com Raniel - o primeiro dele após os longos problemas com a Justiça e a suspensão por uso de cocaína.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.