Brasileirão Série A

Ponte embala após gol de mão, segue atrás do G-4 e amplia má fase do Coxa

10/18/2015 07:50:00 PMReginaldo Júnior

Alexandro abre caminho da vitória por 3 a 0 com gol irregular, depois amplia o placar ao lado de Biro Biro. Macaca chega a sete jogos invicto, enquanto Coxa segue no Z-4




O momento resume perfeitamente por que a Ponte Preta, e não o Coritiba, venceu neste domingo, em Campinas, na despedida dos jogos das 11h no Campeonato Brasileiro. A fase da Macaca é tão iluminada que até os erros, que antes sobravam contra ela, se voltaram a seu favor. Um gol irregular de Alexandro, marcado com o braço esquerdo, abriu caminho para um resultado tranquilo na sequência – o próprio Alexandro e Biro Biro garantiram o 3 a 0 no Moisés Lucarelli. A Alvinegra segue na cola do G-4. Pior para o Coxa, prejudicado em um dos lances capitais do jogo e sem chance de deixar a zona de rebaixamento.

Mesmo sem diminuir a distância para o G-4, já que o Santos derrotou o Goiás na Vila Belmiro, a Ponte tem vários motivos para comemorar. Aumentou a série invicta no Brasileirão (cinco vitórias e dois empates), manteve os 100% com o interino Felipe Moreira e matematicamente acabou com qualquer risco de rebaixamento. Também ganhou uma posição, do Flamengo. O que vier nas sete rodadas finais é lucro. Ou mérito de um time eficientíssimo dentro ou fora de Campinas.
Alexandro, Ponte Preta x Coritiba, Campeonato Brasileiro 2015, Moisés Lucarelli (Foto: MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)Alexandro abriu caminho para vitória da Ponte (Foto: MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O Coritiba termina o fim de semana por baixo. Só dependia de seu resultado para sair da degola (o Avaí perdeu para o Palmeiras no sábado), mas nem assim quebrou o período negativo. Com 33 pontos, o time de Ney Franco continua em 17º lugar, com uma vitória a menos que a equipe catarinense. As quatro derrotas consecutivas colocam o Coxa em situação extremamente arriscada. Para escapar da degola, precisa de 13 pontos em 21 que ainda estão em disputa.
 
Os dois times dão sequência à campanha no Brasileiro no próximo domingo. A Ponte testa o momento positivo contra o vice-líder Atlético-MG, 19h30, no Independência, em Belo Horizonte. O Coritiba tenta melhorar seus próprios números contra o São Paulo, 17h, no Couto Pereira, em Curitiba. As partidas valem pela 32ª rodada do campeonato, que promete emoção na reta final.

O jogo

Ponte e Coritiba pouco fizeram para tirar o zero do placar no primeiro tempo. O Coxa, na verdade, estava na dele. Em baixa no Brasileirão, um empate contra uma equipe de melhor campanha era mais que suficiente. A maior culpa é da Macaca, que disputa espaço nos arredores do G-4 e não encontrou nenhuma receita para sair da apertada marcação do adversário. Ao contrário: aceitou a falta de espaços como se não houvesse nada a fazer e se resumiu a cruzar bolas na área. Pelo alto, chegou de forma perigosa com Borges, Biro Biro e Elton. O Coxa criou só uma oportunidade, com Juninho, também em jogada aérea.

Felipe Moreira precisou de uma substituição para mudar a cara do jogo. Sacou Borges, sumido, e colocou Alexandro. O "Macacão" justificou o carinho da torcida. Primeiro de forma irregular, ao concluir cruzamento com o braço esquerdo (a arbitragem não viu e validou o gol mesmo assim, para desespero dos jogadores do Coritiba). A interpretação errada do árbitro Pablo dos Santos Alves murchou o Coxa e enervou a Macaca.

A partir daí, a partida ganhou um dono. A Ponte demorou para matar o jogo, mas concretizou a vitória com gols no fim. Alexandro, desta vez de forma legal, concluiu cruzamento livre dentro da área - méritos totais de Marcelo Lomba, que realizou um milagre em chute de Henrique Almeida segundos antes. Minutos depois, Biro Biro achou um belo chute de fora da área, no canto direito de Wilson. A vitória amplia a fase iluminada da Macaca, cujo sonho é cada vez mais real. O Coritiba segue em baixa. Resta ver até quando.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.