Brasileirão Série A

Goleiros seguram empate ruim para Figueirense e Santos em Florianópolis

10/24/2015 07:48:00 PMReginaldo Júnior

Alex Muralha e Vanderlei se destacam no 0 a 0 entre as equipes, neste sábado, em Floripa. Peixe corre risco de sair do G-4; Figueira não escapa das últimas posições




Alex e Vanderlei foram os responsáveis pelo empate por 0 a 0 entre Figueirense e Santos, neste sábado à noite, em Florianópolis. Com quatro grandes defesas, duas delas seguidas no melhor estilo milagre no primeiro tempo, o goleiro do Peixe foi o nome do jogo e salvou o mistão montado por Dorival Júnior em virtude das semifinais da Copa do Brasil. Muralha também apareceu em chute à queima-roupa de Geuvânio e evitou o pior. Os times ainda reclamaram de pênaltis não marcados pelo árbitro Leandro Pedro Vuaden. No fim, o resultado acaba sendo ruim para as duas equipes no Brasileirão.

Geuvânio Figueirense x Santos (Foto: EDUARDO VALENTE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)Geuvânio reclama de pênalti não marcado para Santos (Foto: EDUARDO VALENTE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)
O Santos chega aos 50 pontos, mas pode perder o lugar no G-4 dependendo dos resultados de Palmeiras e São Paulo no complemento da rodada. O Figueirense não consegue se afastar da disputa contra o rebaixamento. A equipe de Florianópolis sobe para 35 pontos e corre o risco de voltar para o grupo dos quatro piores se Avaí e Coritiba vencerem.
O Figueirense enfrenta o mesmo Coritiba, sábado que vem, às 21h, no Couto Pereira. O Santos faz o clássico contra o Palmeiras, domingo, às 17h, na Vila Belmiro. Antes, na quarta, pega o São Paulo, também em casa, para decidir quem avança às finais da Copa do Brasil – o Peixe venceu o primeiro jogo por 3 a 1, no Morumbi.

O JOGO

A necessidade de vencer para continuar fora da zona do rebaixamento fez o Figueirense se lançar para o ataque. Não fosse o goleiro Vanderlei, a equipe catarinense teria encerrado o primeiro tempo em vantagem. Aos 19, ele fez duas grandes defesas em sequência. Primeiro, pegou um chute rasteiro de Yago. Dudu apareceu livre no rebote na área apenas para empurrar a bola até as redes, mas o santista salvou milagrosamente.

Figueirense x Santos (Foto: Eduardo Valente / Estadão Conteúdo)Nilson começou a partida como titular no Santos (Foto: Eduardo Valente / Estadão Conteúdo)

Paulistas e catarinenses reclamaram da arbitragem na saída do gramado para o intervalo por conta de pênaltis não marcados. Dudu foi empurrado por Gustavo Henrique na área, mas Leandro Pedro Vuaden ignorou. Logo depois, foi a vez de Geuvânio cair na área ao disputar lance com um defensor e pedir falta, também rejeitado pelo árbitro do Rio Grande do Sul.

O segundo tempo começou com tudo. O Santos, enfim, despertou. Geuvânio parou em ótima defesa de Alex Muralha após bela jogada de Marquinhos Gabriel pela direita. No lance, a bola tocou no braço direito de Yago, mas a arbitragem não viu. O Figueirense não deixou por menos. Sueliton arrancou em direção à área e finalização. Vanderlei, de novo, salvou o Peixe ao espalmar para escanteio.

Com a má atuação de Nilson no ataque, o técnico Dorival Júnior mandou Ricardo Oliveira a campo. O artilheiro do Brasileirão, porém, apareceu pouco. O Figueirense apostou em uma forte marcação sobre Lucas Lima e travou a criação santista. Os catarinenses seguiram esbarrando em Vanderlei. Perto do fim, o goleiro parou Juninho em chute dentro da área e garantiu o empate. Ruim para ambos.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.