Brasileirão Série A

Com autoridade, Figueirense vence apático Flamengo e deixa o Z-4

10/14/2015 11:32:00 PMReginaldo Júnior




Com autoridade, Figueirense vence apático Flamengo e deixa o Z-4 Foto: ESPN

Eram cinco jogos sem vencer no Orlando Scarpelli e a presença na zona de rebaixamento. Em 90 minutos, tudo ficou no passado. Com um espírito guerreiro, o Figueirense venceu com autoridade um apático Flamengo por 3 a 0, com gols de Clayton, duas vezes, e Dudu na noite desta quarta-feira, em Florianópolis.

O resultado levou o time da casa aos 34 pontos, subindo três posições, chegando ao 15º lugar, um ponto acima da zona de rebaixamento. O Flamengo teve até rodada inteira favorável na disputa pelo G-4, mas empacou de novo na tabela com 44 pontos, no mesmo sétimo lugar.

Na próxima rodada, o Figueirense encara o Joinville, fora de casa, no sábado, às 21h. O Flamengo, por sua vez, vai receber o Internacional, no domingo, no Maracanã.

O jogo

No canto da torcida, o Figueirense começou o jogo a mil, empurrando o Flamengo para o campo de defesa e jogando a bola na área para criar um 'salseiro'. Conseguiu nos minutos iniciais. Com quatro minutos, Yago chutou de fora da área e assustou Paulo Victor.

Dois minutos depois, o goleiro rubro-negro errou ao tentar encaixar bola fácil de Rafael Bastos. Mas soltou a pelota. Na sobra, Yago bateu para o gol e César Martins afastou quando ela já tinha passado por Paulo Victor. Mais uma vez, Yago tentou, mas a bola foi para fora.

Em seguida, o Figueirense continuou pressionando. Com oito minutos, Clayton girou na frente da área e chutou rente à trave esquerda de Paulo Victor. E o Flamengo? Apenas acompanhava o Figueirense apertar e tinha muita dificuldades para sair para o jogo.

Márcio Araújo e Canteros, os volantes, abusavam de errar passes. A rigor, apenas uma falta cobrada por Kayke da intermediária assustou o goleiro Muralha. O panorama indicava que faltava pouco para o gol do Figueirense. E faltava mesmo.
Com 21 minutos, Márcio Araújo tocou para Canteros na intermediária. Pressionado, o argentino tentou toque de primeira e se enrolou completamente, escorregando e deixando a bola bater na própria canela e voltando para trás, nos pés de Clayton, que tabelou com Yago e recebeu. na entrada da área. Pela direita, ele chutou cruzado, no canto direito de Paulo Victor. 1 a 0.
A vantagem fez o Figueirense diminuir um pouco o ritmo, deixar um pouco mais a bola com o Flamengo. Sorte que os rubro-negros não pareciam muito a fim ou não sabiam o que fazer com a bola nos pés. Era um time desorganizado, com Sheik buscando jogo no meio de campo. E só. Sem maiores delongas, o primeiro tempo chegou ao fim.

Na segunda etapa, o panorama começou igual ao início do jogo, com maior volume do Figueirense. Mas a maior chance foi do Flamengo. Aos seis minutos, Canteros cruzou de forma perfeita para Kayke, na pequena área. Sozinho entre os zagueiros, sem marcação, o atacante se enrolou e cabeceou para o chão, facilitando a defesa de Muralha. O time rubro-negro perdia a melhor chance da partida.
O Flamengo acordou um pouco para a partida. E começou a pressionar. Everton deu bom chute de fora aos oito minutos e exigiu defesa de Muralha. Alan Patrick, aos 13 minutos, também arriscou bem de fora da área e arrancou suspiro da arquibancada. Era um Flamengo melhor. Parecia trilhar o caminho do empate. Parecia.

Isto porque aos 20 minutos Juninho recebeu bola pela esquerda e cruzou rasteiro na primeira trave. Everton tentou cortar a bola na chegada de Dudu, mas a bola sobrou para Clayton, que vinha no embalo e tocou para o fundo da rede de um Paulo Victor já caído no gramado. 2 a 0. A partir daí, o Flamengo voltou a ficar desorganizado. Oswaldo de Oliveira tentou mudar o time com as entradas de Almir e Gabriel nas vagas de Paulinho e Sheik.

À essa altura existia vontade rubro-negra, mas sem qualquer tipo de organização. O Figueirense, então, aproveitava os contra-ataques. Aos 42 minutos, Leandro Silva cruzou bola na área. Ela desviou na zaga e sobrou para Dudu, no canto esquerdo da grande área. Com categoria, ele ajeitou a pelota e bateu no cantinho direito, com muita categoria. 3 a 0, vitória consumada, caixão do Flamengo fechado e fuga da zona de rebaixamento. Festa em Floripa.

FICHA TÉCNICA:
FIGUEIRENSE 3 X 0 FLAMENGO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 14 de outubro de 2015
Horário: 21h
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: José Javel Silveira (RS) e Rafael da Silva Alves (RS)
Cartões amarelos: Thiago Heleno (FIG) e Emerson (FLA)
Gols: Clayton (FIG), aos 21 minutos do primeiro tempo e aos 20 minutos, e Dudu (FIG), aos 42 minutos do segundo tempo.

FIGUEIRENSE: Alex Muralha, Leandro Silva, Thiago Heleno, Bruno Alves e Juninho (Marcos Pedroso); Fabinho, João Vitor, Yago (Bruno Dybal) e Rafael Bastos (Thiago Santana); Clayton e Dudu. Técnico: Hudson Coutinho

FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, César Martins, Samir e Everton; Márcio Araújo, Canteros (Matheus Sávio) e Alan Patrick; Paulinho (Almir), Emerson (Gabriel) e Kayke. Técnico: Oswaldo de Oliveira

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.