Brasileirão Série A

Cruzeiro freia ímpeto do Goiás, mata o jogo com Arrascaeta e sonha com G-4

10/25/2015 06:57:00 PMReginaldo Júnior

Com boa atuação de Willian e oportunismo do meia uruguaio, Raposa vence e ganha fôlego novo na Série A; Alviverde perde a quinta seguida e a chance de sair da degola




O Cruzeiro teve trabalho para conter o volume de jogo do Goiás, sobretudo no primeiro tempo, mas se superou na marcação e conseguiu ser letal no início da etapa final, vencendo por 1 a 0 com gol de Arrascaeta. Cabeceio certeiro do meia uruguaio, que se beneficiou também da boa atuação individual de Willian no Serra Dourada, em Goiânia.

Mesmo com um ímpeto não visto há várias rodadas, desde a vitória sobre o Joinville, o Goiás sucumbiu em casa e amargou a quinta derrota consecutiva. Zé Love saiu vaiado, o rebaixamento parece cada vez mais próximo. O Alviverde poderia sair do Z-4 se ganhasse, mas segue na 18ª posição com 31 pontos. O Cruzeiro, por sua vez, se livra de vez da confusão, ganha fôlego novo e até já sonha com acesso, já que é 11º colocado com 44 pontos, a seis do G-4.

O Goiás volta a campo no próximo domingo para receber o Internacional, às 19h30, no Serra. Antes, no sábado, às 19h30, o Cruzeiro vai a Florianópolis e encara o Avaí na Ressacada.


Arrascaeta; Cruzeiro (Foto: Cristiano Borges/Light Press)Arrascaeta comemora gol da vitória do Cruzeiro no Serra; esmeraldinos lamentam (Foto: Cristiano Borges/Light Press)


O primeiro tempo foi intenso e com chances claras para os dois lados. Em casa e pressionado pela sequência ruim, o Goiás buscou mais o ataque e teve maior volume de jogo. Bruno Henrique, aberto na ponta direita, foi a válvula de escape do Alviverde, que mostrou uma disposição não vista em nenhuma das quatro derrotas sob o comando de Artur Neto. O time também apresentou uma organização melhor e teve nos pés de Zé Love e Erik suas melhores oportunidades.

Armado para aproveitar possíveis falhas do Goiás, o Cruzeiro corria poucos riscos e esperava a hora certa para atacar, levando perigo principalmente com Willian. O atacante teve duas boas participações ao pegar rebote na grande área esmeraldina e finalizar rente à trave do goleiro Renan, que trabalhou um pouco menos do que Fábio na etapa inicial.

Bruno Henrique e Fabricio, Goiás X Cruzeiro (Foto: Adalberto Marques / Estadão Conteúdo)Bruno Henrique infernizou Fabrício no primeiro tempo pelo lado direito (Foto: Adalberto Marques/Estadão Conteúdo)
Logo aos cinco minutos do segundo tempo, a insistência e a boa fase de Willian retribuíram o Cruzeiro com um gol. O atacante arriscou da entrada da área e acertou belo chute que só não entrou porque Renan fez grande defesa. Só que o goleiro deu rebote, e o uruguaio Arrascaeta estava ligado para chegar antes de Diogo Barbosa e marcar de cabeça.

O Goiás foi em busca do empate, mas o Cruzeiro não se contentou apenas em defender, o que manteve a partida bastante movimentada. Fred quase fez para o Alviverde em duas cobranças de falta. Marcos Vinícius perdeu chance incrível para a Raposa ao cabecear para fora com o gol aberto. O time goiano tentou, mas não conseguiu efetivar um grande pressão nos minutos finais. Zé Love saiu vaiado, e a equipe celeste garantiu a vitória, que dá fôlego novo na Série A.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.