Brasileirão Série B

Criciúma e Paraná empatam no Sul de SC e mantêm o marasmo na Série B

10/02/2015 11:05:00 PMReginaldo Júnior

Tricolores criam boas chances, mas pecam nas finalizações e mantém as posições incômodas no meio da tabela de classificação após não balançarem as redes no H.H.




Pouco público e nenhuma bola na rede para Criciúma e Paraná em Santa Catarina. As duas equipes chegaram para o duelo na noite desta sexta-feira no Heriberto Hülse em fase de marasmo na Série B e assim continuaram após o empate em 0 a 0 pela 29ª rodada. Sem vencer desde o dia 1º de setembro, o Tigre desperdiçou novamente o fator casa para tentar sair da inércia do meio da tabela, contra um Tricolor paranaense com boas chances no primeiro tempo, inclusive bola na trave, mas que jogou apenas por uma bola na etapa complementar - sem êxito.
Com o ponto somado por ambos, ninguém se movimenta na classificação, ao menos até o fim da noite desta sexta. O Criciúma segue em 13º, agora com 36 pontos, um a menos que o Paraná, que está uma posição à frente do rival desta noite. Atlético-GO pode passar os dois caso vença o Paysandu em casa, e o Oeste tem chance de ultrapassar apenas o Tigre se conquistar três pontos diante do Náutico, em duelos no sábado.

Na próxima rodada, o Criciúma enfrenta o Bragantino, em Bragança Paulista, no Nabi Abi Chedid, às 19h de terça-feira, 6 de outubro. No mesmo dia, mas às 20h30, o Paraná volta aos gramados da capital paranaense contra Oeste, na Vila Capanema. Ambos jogos serão válidos pela 30ª rodada da Série B.

Criciúma x Paraná Hugo (Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma EC)Criciúma e Paraná ficaram no empate pela 29ª rodada (Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma EC)

O jogo

Querendo dar uma resposta para o seu torcedor, o Criciúma iniciou a partida com um volume de jogo maior no estádio Heriberto Hülse. Hugo e Roger Guedes, abertos pelo lados, causaram desconforto para os defensores do Paraná. Porém, o Tigre, apesar da vontade, pouco assustou o goleiro Felipe Alves - foi o time visitante o mais incisivo. Aos 18 minutos, Pedro Henrique acertou um belo chute no travessão de Luiz e, em cobrança de falta, quatro minutos depois, Rafael Costa também ficou próximo de abrir o marcador. Os primeiros 45 minutos foram marcados por uma entrada dura de Paulinho, que nem cartão levou. Ao término da primeira etapa, os Criciúma deixou o gramado sob vaias da maioria dos 2.624 torcedores presentes no estádio.

Na etapa complementar o Criciúma voltou mais disposto a conseguir uma vitória, após mais de um mês sem um triunfo. Os atacantes buscaram triangulações e até exageram na troca de passes dentro da área, mas novamente tiveram dificuldades na finalização nos primeiros minutos, apesar do imenso domínio da posse de bola. Paulinho teve uma chance, assim como Hugo, que parou no goleiro, e Neto Baiano, em cabeceio para fora. Resultado: 0 a 0 e o marasmo que segue para ambos os tricolores na Segundona.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.