Brasileirão Série A

Corinthians goleia Atlético-PR e aumenta distância para o Atlético-MG

10/18/2015 08:00:00 PMReginaldo Júnior

Líder absoluto do Brasileirão, Timão passeia em Curitiba e é beneficiado por derrota do Galo, que fica oito pontos atrás; Furacão acumula novos jogos sem vitórias




O caminho do Corinthians em direção ao título brasileiro de 2015 parece não ter mais grandes obstáculos. Neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba, uma vitória incontestável sobre o Atlético-PR, por 4 a 1, pela 31ª rodada do Brasileirão. Renato Augusto, em grande tarde, comandou o triunfo do Timão, com dois gols e uma assistência; Vagner Love, também inspirado, marcou os outros dois - Bruno Mota descontou para o Furacão. O time paranaense criou poucas chances, viu o adversário comandar a partida e chegou à nona rodada consecutiva sem vitórias. 

Com o triunfo, a equipe paulista, que acumula cinco jogos seguidas sem derrotas, foi a 67 pontos e aumentou para oito a vantagem sobre o Atlético-MG, que foi goleado pelo Sport, também por 4 a 1, em Recife. O Furacão se mantém com 39, em 13º lugar. Faltam sete rodadas para o fim.
Vagner Love Atlético-PR x Corinthians (Foto: Ag. Estado)Vagner Love marcou dois dos quatro gols do Timão contra o Furacão (Foto: Ag. Estado)

O jogo

O primeiro tempo do Corinthians foi exemplar: forte marcação na saída de bola do Atlético, rápidas trocas de passes e precisão nos arremates a gol. Para amassar o Furacão e abrir 3 a 0 antes do intervalo, o time de Tite nem precisou ter a bola na maior parte do tempo. Nos primeiros 47 minutos, a equipe paranaense teve 61%, contra 39% do Timão. 

A diferença é que a equipe alvinegra sabia o que fazer com a bola: o primeiro gol saiu aos 16, com Renato Augusto completando escanteio cobrado por Jadson (a bola ainda foi desviada por Gil). Dono do meio-campo, Renato Augusto acertou ótimo lançamento para Vagner Love, aos 28, ampliar. 
Depois, provando mais uma vez que viveu tarde inspirada, Renato tabelou com Elias e marcou o terceiro.

O Atlético-PR acordou no início do segundo tempo e diminuiu a vantagem corintiana aos 10 minutos, com Bruno Mota, que recebeu cruzamento de Eduardo às costas de Gil e empurrou para o gol. O Corinthians, porém, não deixou o time da casa crescer e tratou de marcar o quarto aos 16, com Vagner Love, após escanteio cobrado por Jadson.

O quarto gol corintiano apagou de vez o Furacão, que perdeu o ímpeto e não teve mais força para reagir.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.