Brasileirão Série A

Chape reage no final, surpreende na Arena e vira sobre o Grêmio: 3 a 2

10/18/2015 08:05:00 PMReginaldo Júnior

Tricolor abre dois gols de vantagem, com Douglas e Bobô, mas Túlio de Melo marca duas vezes e Apodi marca no último lance e decreta a virada catarinense




Ah, o futebol. Em um duelo de tempos completamente distintos, a Chapecoense foi valente até o último instante e conseguiu o improvável na Arena: venceu o Grêmio por 3 a 2, de virada. Enquanto o Tricolor abriu vantagem com gols de Douglas e Bobô, na etapa inicial, Túlio de Melo conduziu a reação e anotou duas vezes. No último lance do jogo, Apodi surgiu completamente livre na área e decretou o resultado de forma justa.

Com a derrota, o Grêmio perde duas oportunidades, embora permaneça na terceira colocação, com 55 pontos, a sete rodadas do final do Brasileirão. Desperdiça a chance de praticamente se assegurar na Libertadores e, ao  mesmo tempo, encostar no vice Atlético-MG. No próximo domingo, o Tricolor tentará reencontrar o caminho das vitórias contra o Vasco, no Maracanã.

A Chape, por sua vez, permanece em 14ª, com 38 pontos. Mas se afasta da incômoda proximidade com a zona da degola. Último time que seria rebaixado hoje, o Coritiba está em 17º, com 33. No próximo domingo, o duelo será na Arena Condá, mas em clássico local contra o Avaí. Antes, no entanto, encara o River Plate, pelas quartas de final da Sul-Americana, na quarta-feira, no Monumental de Nuñez.

Túlio de Melo comemoração Chapecoense Grêmio (Foto: Estadão Conteúdo)Túlio de Melo marcou duas vezes (Foto: Estadão Conteúdo)


grêmio domina
Assim que o árbitro Luiz Flavio de Oliveira sinalizou o apito inicial, o duelo se apresentou eletrizante, com o time gaúcho em cima. Logo aos quatro minutos, Douglas mostrou o cartão de visitas aos catarinenses: aplicou um belo chute da intermediária e que morreu nas redes de Silvio. Valente, a Chapecoense tentou a resposta aos oito. Da frente da grande área, Camilo desferiu chute cruzado, mas que rebateu na trave esquerda de Bruno Grassi.

A partida era equilibrada, com duas equipes dispostas ao ataque. Até que aos 33, Galhardo recebeu bem posicionado na ponta direita e cruzou rasteiro para Bobô ampliar de carrinho. No lance, quem levou a pior foi o Silvio. O goleiro levou uma pancada do centroavante na face e precisou ser substituído. Túlio de Melo quase descontou no primeiro tempo, mas Galhardo afastou bola em cima da linha.

chape cresce e vira
O segundo tempo apresentou quadro completamente diferente da etapa inicial. Sonolento, o Tricolor gaúcho cedia espaços aos catarinenses. Empurrados por um Túlio de Melo inspirado, os visitantes se empolgavam e cresciam em campo. Logo aos 10 minutos, Erazo derrubou Apodi na área: pênalti bem marcado. Túlio soltou a bomba e venceu Bruno Grassi.

O Grêmio seguia sob pressão e, com dificuldade para se lançar ao ataque, cedeu o placar. No contra-ataque, Maranhão entrou na área, passou por Geromel e cruzou na medida para Túlio de Melo igualar tudo. Na comemoração, ainda aplicou um salto mortal.

Roger bem que tentou modificar o panorama. Sacou Luan, Bobô e Maicon, para as entradas de Pedro Rocha, Mamute e Braian. Na Chape, Wanderson e Gil haviam entrado nas vagas de Camilo e Elicarlos. Nos instantes finais, Galhardo caiu na área em dividida com Dener. O Grêmio pediu pênalti, o que gerou revolta nos catarinenses. Após um empurra-empurra, Vilson foi expulso. Só que nos descontos dos descontos, Apodi foi lançado em contra-ataque. Com incrível liberdade, venceu Bruno Grassi e anotou o gol da virada, o que fez Roger deixar o campo antes do juiz apitar o final.

Erazo e Tulio de Melo Grêmio x Chapecoense (Foto: Ag. Estado)Erazo disputa bola com Túlio de Melo (Foto: Ag. Estado)

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.