Brasileirão Série B

Em jogo eletrizante, Vitória vence Paysandu e assume vice-liderança

9/26/2015 06:51:00 PMReginaldo Júnior

Com dois de Escudero e um de Kanu, rubro-negro ultrapassa Alviceleste na tabela e mantém sequência de invencibilidade. Pikachu desconta para o Papão com golaço




Postulantes ao acesso, Vitória e Paysandu justificaram suas posições na tabela fizeram uma grande partida na Arena Fonte Nova, em Salvador, na tarde deste sábado. O confronto teve de tudo um pouco: defesaças, gol de falta, de pênalti, uma pintura e um cartão vermelho. Bom para público presente - mais de 23 mil pessoas -, melhor ainda para o rubro-negro baiano, que venceu a partida por 3 a 1 e assumiu a vice-liderança da Série B, que pertencia justamente ao Papão.

Com o resultado, o Vitória chega aos 49 pontos e se isola na 2ª colocação na tabela. O Paysandu acumula duas derrotas consecutivas, estaciona nos 47 e ainda torce contra o Bahia, no jogo das 21h30, para não cair para a 4ª posição. Na próxima rodada as duas equipes não serão mandantes: o Leão faz o clássico com o Bahia no próximo sábado, às 16h30, novamente na Fonte Nova, enquanto o Alviceleste paraense, no mesmo dia e horário, encara o Atlético-GO no Serra Dourada.

Escudero gol Vitória (Foto: Felipe Oliveira / Ag. Estado)Homem do jogo: Escudero marcou dois gols e deu a assistência para Kanu (Foto: Felipe Oliveira / Ag. Estado)

O JOGO

A partida começou com leve domínio do Vitória. Aos 5 e aos 8 os rubro-negros quase marcaram com Escudero e David, mas logo o Paysandu equilibrou o jogo também chegava à frente, só que com menos perigo. Os bicolores passaram boa parte do primeiro tempo apostando nas subidas dos laterais, fazendo com que Yago Pikachu, pela direita, e João Lucas, pela esquerda, fossem bastante acionados.
Aos 12, em uma subida do lateral canhoto bicolor, os visitantes quase abrem o placar. Ele cruzou para Roni, que mandou de voleio, mas Roberto Fernández, o Gatito, espalmou para fora. A partir daí, a partida correu em ritmo acelerado, mas com poucas chances claras de gol. Mesmo mandante, o Leão da Barra não pressionava como o esperado e dava espaço ao Paysandu, que começou a gostar do jogo. Quando não conseguia de aproximar do gol, arriscava chutes de fora da área. Gatito, no entanto, estava atento.
Nos minutos finais do primeiro tempo, o Vitória pressionou. Após sucessivas faltas próximas da área bicolor, Escudero contou com a sorte e aproveitou oportunidade aos 39. Cobrou colocado, a bola bateu na trave e depois no ombro de Emerson, para em seguida entrar no gol: 1 a 0. O Paysandu tentou responder no minuto seguinte, em chute forte de Roni e depois em cabeceio de Gualberto, mas Gatito novamente apareceu bem.

Na volta do intervalo, o Leão quis logo matar o jogo. Logo no primeiro minuto a defesa do Paysandu falhou e Kanu cabeceou livre para o fundo das redes após cobrança de escanteio: 2 a 0. Os minutos seguintes foram de nervosismo do clube do Pará. Quando chegavam ao ataque, os bicolores faziam as escolhas erradas: ao invés de passar, arriscavam o chute e vice-versa. Porém, aos 10, Fahel lançou Pikachu na área, que, mesmo sem ângulo, bateu com muita força, no alto. Dessa vez, Gatito não conseguiu salvar. Golaço do talismã alviceleste: 2 a 1.

A partida, então, ficou eletrizante. Os dois times buscavam o gol o tempo inteiro, mas os goleiros dificultaram ao máximo a missão dos atacantes. Emerson e Roberto Fernández fizeram defesas milagrosas. Só que, aos 27, o camisa 1 bicolor não conseguiu defender a cobrança de pênalti de Escudero: 3 a 1, que decretou números finais à partida.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.