Brasileirão Série B

Náutico bate ABC, volta a sonhar com G-4 e rival estaciona no Z-4 da Série B

9/26/2015 06:49:00 PMReginaldo Júnior

Mais do que a vitória, boa partida, vencida por 3 a 0, reacende esperanças dos alvirrubros; no caso dos potiguares, derrota só dificulta permanência na Segundona





Náutico e ABC se enfrentaram, neste sábado, na Arena Pernambuco, com objetivos diferentes. O Timbu olhava para cima: queria encostar novamente no G-4. A equipe alvinegra mirava o andar de baixo. Necessitava da vitória para iniciar uma reação para sair do Z-4. Dentro de casa e com um homem a mais na maior parte do tempo - o zagueiro Luizão foi expulso -, o time alvirrubro foi bem superior e venceu por 3 x 0 - gols de Daniel Morais e dois de Bergson.  O resultado desperta o sonho do acesso nos pernambucanos. E aprofunda o pesadelo do rebaixamento nos potiguares.

O Náutico continua na oitava posição do campeonato, mas agora soma 43 pontos, três distante do Bahia, o último do G-4. ABC segue estacionado na 19ª colocação, a oito do Macaé, na porta da zona de desesperados da Segundona.
O Santa Cruz volta a se apresentar para o torcedor na próxima terça-feira. No Arruda, às 21h, os tricolores medem forças com o Bragantino, pela 29 rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Sampaio Corrêa terá um tempo maior para cumprir até o próximo encontro pela Segundona. De novo no Castelão, recebe o líder isolado da competição, o Botafogo, na sexta-feira, também às 21h.

Náutico x ABC Série B (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Daniel Morais deu início à vitória sobre ABC, que sofreu em campo com um a menos (Foto: Aldo Carneiro / PE Press)
O primeiro tempo começou equilibrado. Mesmo fora de casa, o ABC não adotou postura cautelosa. Pelo contrário: o time de Hélio dos Anjos iniciou a partida de igual para igual com o Náutico. Isso se refletiu na quantidade de chances. Verdade que o Timbu criou um pouco mais, mas os potiguares também assustaram. O ritmo do confronto só mudou quando o zagueiro Paulão foi expulso. A partir daí, os comandados de Gilmar Dal Pozzo - em maior número dentro de campo - passaram a dominar a posse de bola e o terreno de jogo. Só faltou, aos alvirrubros, maior capricho na pontaria. Os atletas pernambucanos desperdiçaram várias situações e, até o intervalo, não conseguiram abrir o placar. E quase foram castigados no final da etapa inicial, mas o gol olímpico engatilhado por Ednei parou no travessão.

Na volta para o segundo tempo, o Náutico seguiu melhor. Mas, agora, calibrou o pé. Mérito do técnico Gilmar Dal Pozzo, que fez duas substituições importantes. Uma delas, a entrada do atacante Bruno Morais. Cinco minutos depois de entrar em campo, o atacante abriu o placar. Bergson, com dois gols, definiu o resultado mais tarde. No tempo que faltava, o Timbu puxou o freio de mão. O ABC tentou pisar no acelerador - mas, em inferioridade numérica, não conseguiu por em risco a vitória alvirrubra.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.