Brasileirão Série B

Bahia sofre pressão, mas vence o Macaé com gol de Jaílton na Fonte

9/08/2015 10:58:00 PMReginaldo Júnior

Zagueiro marca no início do segundo tempo e dá a vitória ao Tricolor, pela Série B do Brasileiro. Resultado devolve vaga no G-4, enquanto Leão fica em 14º




Há alguns dias, dizer que a defesa do Bahia seria responsável pela vitória da equipe sobre o Macaé poderia ser considerado uma loucura. Mas foi justamente isso que aconteceu na noite desta terça-feira, na Arena Fonte Nova, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com gol de Jailton e grandes defesas de Douglas Pires, o Tricolor venceu o time carioca por 1 a 0. Contudo, o triunfo não serviu muito bem para ajudar a fazer as pazes com o torcedor, que vaiou os jogadores ao
 A vitória desta terça-feira devolveu ao Bahia a vaga no G-4. O Tricolor foi a 41 pontos e subiu para a quarta posição na tabela. O Macaé, por sua vez, permanece com os 28, na 14º posição, e ainda próximo do Z-4.

Não haverá muito tempo para comemorações e lamentações. Na próxima sexta-feira, o Bahia terá mais um compromisso dentro de casa pela Série B. O Tricolor irá enfrentar o Bragantino, na Arena Fonte Nova. O Macaé também irá jogar em seus domínios, só que no sábado. A equipe irá encarar o Criciúma, no Moacyrzão.

Bahia gol contra o Macaé (Foto: Romildo de Jesus/Futura Press)Bahia vence o Macaé na Arena Fonte Nova (Foto: Romildo de Jesus/Futura Press)

Entre vaias e aplausos
Após o final do primeiro tempo, um misto de vaias e aplausos vindos da torcida na Arena Fonte Nova. Meio satisfeito pelo time ter tomado a iniciativa do jogo, meio na bronca pelas oportunidades perdidas, o torcedor do Tricolor, maioria na Fonte, viu um Bahia com mais posse de bola, mas pouco efetivo nas finalizações. A melhor delas foi após uma boa jogada entre Ávine, Eduardo e Tiago Real. Este último recebeu livre dentro da área e chutou para a defesa de Rafael. Do outro lado, o Macaé jogou recuado,  aguardando a melhor oportunidade de contra-atacar. Embora com muita dificuldade em trocar passes, a equipe carioca também teve boas chances de abrir o placar. A melhor, logo aos quatro minutos, quando Fernando Neto recebeu cara a cara com Douglas Pires. O atacante caiu na área pedindo pênalti, mas o árbitro não marcou.

Redenção e falta de pontaria

A etapa final começou como no primeiro tempo, com o Bahia tomando a iniciativa do jogo e pressionando. Mas, dessa vez, o Esquadrão foi mais efetivo. Kieza já havia quase marcado aos cinco minutos após cruzamento, quando, aos seis, Jaílton aproveitou bate e rebate em cobrança de escanteio dentro da área do Macaé e empurrou para o gol. Atrás no placar, o time carioca se lançou ao ataque e teve grandes oportunidades de empatar a partida. Contudo, quando não encontrava Douglas Pires inspirado pela frente, a equipe barrava na falta de pontaria dos jogadores. Aos 19, Pipico conseguiu colocar por cima dentro da pequena área, sem goleiro. No final, o Macaé até diminuiu o ritmo, e o Bahia teve seguidas chances de matar o jogo. Mas a sequência de lances perdidos e a pressão do time carioca só fizeram o torcedor perder a paciência com os jogadores e vaiar o time ao final da partida.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.