Brasileirão Série B

Bahia arranca gol no fim, vence CRB e volta ao G-4 da Série B

9/01/2015 11:04:00 PMReginaldo Júnior




Bahia arranca gol no fim, vence CRB e volta ao G-4 da Série B Foto: ESPN

Na raça, o Bahia arrancou uma vitória que parecia fácil no início e improvável até o último minuto da partida. Depois de abrir 2 a 0 sobre o CRB com dois gols de Kieza, o time cedeu o empate aos 41 minutos do segundo tempo. Mas aos 49 minutos, Gustavo Blanco acertou um chute rasteiro e fez o grito de vitória enfim explodir na Fonte Nova. Com o resultado, o Bahia chegou aos 38 pontos e voltou ao G-4 da Série B, em quarto lugar.

O Tricolor de Aço vinha de quatro empates consecutivos na Série B e o técnico Sérgio Soares, mesmo com a vitória, saiu vaiado. O CRB esta em 12º lugar com 28 pontos.

Na próxima rodada, o Bahia vai até o Durival de Brito, sexta-feira, onde enfrenta o Paraná, às 21h30. O CRB, por sua vez, recebe o Ceará no Rei Pelé, às 19h, também na sexta-feira.

O jogo

Com um minuto de partida, o Bahia teve a primeira finalização, com Kieza, de cabeça, mas Julio Cesar fez boa defesa, sem maiores problemas. O atacante era o ponto de referência do time da casa, que o acionava a todo momento. Logo em seguida, Kieza de novo recebeu bola de Zé Roberto e arriscou de longe, mas a bola saiu fraca, sem maior perigo.

Com a pressão da torcida, o Bahia trocava passes e era mais agudo para tentar as jogadas em busca do primeiro gol. Aos sete minutos, Maxi aproveitou bobeada da zaga e bateu de primeira, assustando o goleiro Julio Cesar. O arqueiro do CRB, aliás, teve trabalho de novo com 13 minutos, em blitz do Bahia na área. Maxi recebeu pela esquerda, entrou na área e bateu, mas o goleiro saiu bem e afastou o gol.
O CRB sentia falta de seu grande desfalque, Zé Carlos, artilheiro da Série B com 11 gols, que estava suspenso e também lesionado. Cañete era quem tentava criar as jogadas, mas era presa fácil. O Bahia era dono do jogo, bem superior. Faltava o gol. E ele chegou aos 34 minutos, de maneira irregular.
Hayner, da intermediária, levantou bola na área para Kieza. Impedido, o atacante foi esperto para chegar a tempo na bola e tocar para o fundo da rede de Julio Cesar, que tentou sair do gol, em vão. 1 a 0. O CRB ainda teve chance de empate em belo chute de Cañete no fim da primeira etapa, mas a bola tirou tinta da trave e foi pela linha de fundo. O primeiro tempo terminou com vitória parcial do time da casa.

Na segunda etapa, o CRB avançou as linhas para tentar pressionar o Bahia no campo de ataque, mas provou do veneno do contra-ataque com apenas 11 minutos. Maxi Biancucchi arrancou pelo lado direito e cruzou no capricho para a grande área, onde Kieza escorou no contrapé de Julio Cesar, com tranquilidade. 2 a 0.

O jogo parecia ter ficado mais tranquilo para o Bahia. Sem grande pressão, administrando a vantagem. Até uma bola parada. Aos 20 minutos, Cañete cobrou escanteio no capricho pelo lado direito e Josa subiu na primeira trave e tocou de cabeça para o fundo da rede. 2 a 1.

O panorama, então, passou a ficar mais escamado. O CRB se lançou com tudo ao ataque. E foi amadurecendo o empate. Primeiro com Daniel Cruz, mas a zaga salvou em jogada na área. Aos 40 miutos, Daniel Cruz, de novo, acertou a trave do Bahia e deu o sinal claro. No minuto seguinte, Pery foi ao lado esquerdo e cruzou para a área. Pery escorou para o fundo da rede, sem chance para Douglas Pires. 2 a 2.

Com o time nervoso, a torcida do Bahia explodiu em protestos e pediu a saída do técnico Sérgio Soares depois da chance perdida pelo time da casa. Parecia mais um empate. Mas aos 49 minutos do segundo tempo, em bola lançada na área, Kieza escorou a bola e tocou paar Gustavo Blanco, que bateu no cantinho esquerdo de Julio Cesar. Gol do alívio. 3 a 2. Ainda assim, o técnico Sérgio Soares saiu muito vaiado da Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 3X2 CRB
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 01 de setembro de 2015
Horário: 20h30
Árbitro: Fábio Filipus (CBF-PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (CBF-PR) e Diego Grubba Schitkovski (CBF-PR)
Cartões amarelos: Rômulo, Hayner e Zé Roberto (BAH) e Audálio, Josa e Ricardinho (CRB)
Público e renda: 6.383 pagantes / R$ 132.293,00
Gols: Kieza (BAH), aos 34 minutos do primeiro tempo e aos 11 minutos e Josa (CRB), aos 20 minutos, Gabriel (CRB), aos 41 minutos e Gustavo Blanco (BAH), aos 49 minutos do segundo tempo

BAHIA: Douglas Pires; Hayner (Yuri), Robson, Jailton e Vítor; Wilson Pittoni, Gustavo Blanco e Rômulo (Tiago Real); Maxi Bianchucchi, Zé Roberto (Eduardo) e Kieza
Técnico: Sérgio Soares

CRB: Julio Cesar; Willian Cordeiro, Audálio, Gabriel e Pery; Somália, Josa, Magrão e Cañete (Clebinho); Ricardinho (Maxwell) e Isac (Daniel Cruz)
Técnico: Mazola Júnior

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.