Brasileirão Série A

Avaí vence o Figueirense no Scarpelli por 1 a 0 e joga o arquirrival para o Z-4

9/16/2015 11:27:00 PMReginaldo Júnior

Gol de Renan Oliveira no segundo tempo faz Leão da Ilha saltar na tabela, respirar no Brasileiro e aumentar má fase do Furacão, que reclama de pênalti não marcado




Clássico mexe não só com o emocional, mas no caso de Figueirense e Avaí, nesta quarta-feira, alterou diretamente a tabela. No Orlando Scarpelli, o Leão venceu por 1 a 0, com gol de Renan Oliveira, e trocou de posições na tabela com o rival, que agora entra na zona de rebaixamento do Brasileiro e chega a cinco jogos sem vitória.
Com o resultado, o Figueirense agora é o 17º e torce para o Coritiba não vencer na quinta-feira o Flamengo e evitar perder nova posição. O próximo desafio do Furacão é diante do Inter, sábado, em Porto Alegre. A vitória faz o Avaí chegar aos 29 pontos e saltar para 15º na tabela – também seca o Coxa. O Leão volta a campo domingo, 16h, na Ressacada, contra o São Paulo.

figueirense x avai (Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)Avaí bateu o Figueirense no Orlando Scarpelli (Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)

O jogo 

Chuva, tempo firme, muita chuva e futebol. A gangorra climática não deu trégua no clássico entre Figueirense e Avaí, mas em campo um primeiro tempo com chances, sem entradas maldosas ou brigas. As oportunidades ficaram divididas, ainda que o Leão da Ilha tenha encaixado melhor a marcação e não fez o gol porque Léo Gamalho pecou nas finalizações, e Alex Muralha parou Eduardo Neto com uma defesa de cabeça.

Com alternância da posse de bola, o Figueirense criou nos contragolpes. Yago, e especialmente Celsinho, não fizeram os donos da casa jogarem – o segundo, inclusive, foi alvo da bronca dos torcedores alvinegros. Clayton foi o jogador mais insinuante e teve grande oportunidade na cara de Vagner, só que finalizou para fora. Os erros nas conclusões foram responsáveis pelo zero no placar na etapa inicial.

A volta do intervalo teve a mesma intensidade que terminou o primeiro tempo, assim como o vai e vem da chuva. E com reclamação da arbitragem. Lançado, Clayton invadiu a área e foi derrubado por Vagner, mas o árbitro mandou a jogada seguir. A partir dos 20 minutos, o ritmo diminuiu, e os treinadores tentaram dar nova vida às equipes, especialmente no meio de campo.

A alteração surtiu efeito do lado avaiano. Aos 34 minutos, o questionado Renan Oliveira aproveitou cruzamento rasteiro e abriu o placar, justamente no momento que o Figueirense crescia no jogo - o time de René Simões reclamou de falta no início do lance. O tento desestabilizou os donos da casa, que tiveram chance de marcar aos 43, mas Clayton não bateu Vagner. Resultado que dá muita confiança ao Leão e que coloca o Furacão sob pressão, agora na zona de rebaixamento.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.