Brasileirão Série B

Fahel marca duas vezes, Paysandu vence Bragantino e volta ao G-4

8/29/2015 06:56:00 PMReginaldo Júnior

Resultado no Mangueirão dá vice-liderança provisória da Série B ao Papão. Massa Bruta segue estacionado na 10ª posição e vê times da ponta mais distantes




Se faltou inspiração com o jogo correndo, o Paysandu soube se aproveitar da bola parada para derrotar o Bragantino por 2 a 0 na tarde deste sábado e entrar no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Foram dois gols parecidos no Mangueirão: após cobranças de escanteio pela direita, Fahel apareceu na área para marcar de cabeça.

Paysandu x Bragantino - gol Fahel (Foto: Fernando Torres/Paysandu)Fahel comemora um de seus dois gols contra o Bragantino (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
Temporariamente, o Papão assume a vice-liderança da Série B com 36 pontos. Mas ainda aguarda o resultado do Bahia, que visita o Mogi Mirim às 21h. O Bragantino já sabe onde vai terminar essa 21ª rodada da Série B: na 10ª colocação, com 27 pontos.



Os dois times voltam a jogar na terça-feira (1º). O Paysandu visita o Ceará às 19h30 na Arena Castelão. O Bragantino recebe o Vitória, às 20h30, no Nabi Abi Chedid.

O Jogo

A partida começou em ritmo de treino no Mangueirão. Muitos passes errados e bolas espirradas marcaram o tom dos primeiros minutos de jogo. Os times só conseguiram colocar a bola no chão e armar jogadas mais incisivas de ataque depois dos 15. O Bragantino tomou as rédeas do jogo e deu trabalho a Emerson: o goleiro defendeu chutes de fora da área, saiu bem em cruzamentos e também funciou como um zagueiro quando necessário, saindo do gol e cortando um contra-ataque dos visitantes. O Paysandu foi pressionado e só foi acordar na segunda metade do primeiro tempo. Pikachu mandou na trave em cobrança de falta, e Leandro Cearense chutou em cima de Douglas em contra-ataque. Em tarde quente de Belém, jogo de muita transpiração e pouca inspiração.

A coisa não acelerou muito no segundo tempo. Os times apostavam nas bolas aéreas e jogadas pela ponta. O duelo ficou muito pegado, com muitas faltas. As únicas boas chances vinham de bolas paradas ou jogadas individuais. O Massa Bruta quase abriu o placar com Moisés, que arrancou pela esquerda e bateu cruzado. Quase Jobinho conseguiu completar para o gol. Quando o Braga começava a crescer, a cabeça calibrada de Fahel entrou em ação. Após dois escanteios pela direita, o jogador apareceu livre na área do Braga para marcar duas vezes e determinar a vitória do Papão por 2 a 0.

Fonte: Globo Esporte




You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.