Brasileirão Série B

Com gol no fim, Oeste leva a melhor sobre Santa Cruz e sobe na tabela

8/01/2015 06:35:00 PMReginaldo Júnior

Partida foi de poucas emoções, mas, aos 36 minutos da etapa final,Rafael Martins acertou chute indefensável: 1 a 0; Oeste é o oitavo e os tricolores caíram para 10º




Num encontro de poucas possibilidades pela Série B, a estrela do atacante Rafael Martins brilhou, neste sábado, no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco. O jogador entrou no segundo tempo e, aos 36 minutos - até então muito pouco havia sido criado pelos adversários -, acertou um belo chute da intermediária, sacramentando a vitória por 1 a 0, para o Oeste, contra o Santa Cruz. Com o triunfo em casa, o Oeste subiu à nona posição, com 23 pontos. A derrota fez os tricolores descerem uma posição, postando-se, agora, em 10º, com 22.
O Oeste volta a se apresentar na Série B na próxima sexta-feira. Em Santa Catarina, no Estádio Heriberto Hülse, enfrenta o Criciúma. Já o Santa Cruz tem pela frente o Botafogo, no sábado, no Arruda, dia da reestreia do atacante Grafite no Tricolor.

oeste x santa cruz (Foto: Reprodução / TV Globo)Oeste e Santa Cruz fizeram um jogo equilibrado, mas os donos da casa foram mais efetivos (Foto: Reprodução / TV Globo)
Uma chance de gol para cada lado e só - João Paulo meteu uma bola na trave e Fernandinho, de frente para a meta, chutou em cima de Néris. Os primeiros 45 minutos de Oeste e Santa Cruz foram pouco produtivos. As equipes focaram a marcação. Uma das razões para a seca se deu pela dura marcação imposta pelos adversários. Some-se aí quase nenhuma investida pelas laterais e as muitas tentativas na região central do campo, a mais congestionada. Para finalizar, individualmente, Oeste e Santa Cruz dependem muito dos meias Mazinho e João Paulo. Eles pouco produziram, contribuindo para o primeiro tempo enfadonho.

O Santa Cruz voltou mais agressivo para a etapa final. Adiantou a marcação, fortaleceu a ala direita com a entrada de Vitor. Ao mesmo tempo que impedia melhor movimentação do rival, ficava mais próximo da meta adversária, mas os erros de passe impediam efetividade nas conclusões. Mesmo em casa, o Oeste sentiu. Recuou e passou a apostar nas saídas em velocidade. O problema da pouca força ofensiva, da criação de lances claros para gol, seguiu firme e forte. Qualquer falha seria fatal para ambos os lados. Aos 36, num lance na intermediária, a marcação pernambucana não chegou e Rafael Martins fez um golaço, decretando a vitória dos paulistas.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.