Brasileirão Série A

Mudança surte efeito, Joinville bate o Avaí e deixa a lanterna do Brasileirão

8/02/2015 06:13:00 PMReginaldo Júnior

Com gols de zagueiros, Jéci (contra) e Guti, mandante da Arena Joinville dá sinal de reação no campeonato, enquanto azurras chegam ao terceiro jogo sem vitórias




O tempo e a bola vão dizer se as mudanças profundas do Joinville vão livrar o time do rebaixamento. Porém, as alterações tiveram o efeito prático e imediato. O JEC venceu o Avaí na estreia do técnico PC Gusmão como técnico. O triunfo por 2 a 0, na tarde deste domingo, na Arena Joinville, teve a assinatura dos zagueiros. Contra, Jéci abriu o placar, e Guti completou, no segundo tempo, o triunfo tricolor.
O Avaí se complica com o resultado. O time azurra acumula três partidas sem vencer e cai na classificação, agora na 15ª colocação. O Joinville, por outro lado, volta a ter esperanças e deixa a lanterna do Brasileirão. Deixa Vasco e Coritiba para trás, com os mesmos 12 pontos, mas com vantagem nos critérios de desempate.

Na próxima rodada, o JEC vai ao Rio de Janeiro enfrentar o justamente Vasco, às 11h de domingo, no Maracanã. O Avaí também enfrenta uma equipe carioca. O jogo contra o Fluminense, ocorre às 18h30 de sábado, na Ressacada.

Kempes Joinville x Avaí  (Foto: Divulgação/Joinville EC)Joinville bateu o Avaí na tarde deste domingo (Foto: Divulgação/Joinville EC)

O jogo

A mudança do Avaí para o 3-5-2 fez do jogo um pouco travado de início. O Joinville tinha posse de bola, a tocava, mas esbarrava mais em sua falta de criatividade que na tranca azurra. As estocadas em jogadas pelo lado direito, com o apoio do lateral Arnaldo, foram neutralizadas pelos visitantes, que passaram o primeiro tempo inteiro esperando por um contragolpe ou uma bola parada. Porém, a partida não tinha cara de primeiro tempo zerado e o placar foi aberto justamente em vacilada da então sólida defesa azul e branca.

Kempes comemorou o gol aos 39, mas não foi dele, embora sua presença tenha ajudado a fazer com que o zagueiro Jéci e o goleiro Vagner batessem cabeça no lance que terminou com bola na rede. O Avaí foi obrigado a desmontar o esquema no segundo tempo. O atacante Roberto entrou na vaga do zagueiro Emerson. Além dessa troca, Gilson Kleina botou Tinga no posto de Eduardo Neto e, também mudança na mesma posição, Tauã pelo atacante Romulo, em decorrência de lesão.

Os azurras ficaram mais abertos e o jogo também, porque Lucas Crispim entrou no Joinville, na vaga do atacante Marion, para melhorar a saída em velocidade da equipe tricolor e a supremacia na posse de bola. Vantagem também no placar, quando o Guti, de primeira, concluiu para o fundo das redes o escanteio. Sem mudanças e atrás, o Avaí não teve mais o que fazer a não ser esperar o fim da partida e ver o urro de alegria e alívio da maioria dos 11.245 torcedores que estiveram na Arena Joinville. Passadas 13 rodadas, o JEC deixou a lanterna.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.