Brasileirão Série A

Na estreia de René Simões, Figueira vence o Sport de virada no Scarpelli

8/22/2015 11:01:00 PMReginaldo Júnior

Com duas assistências de Yago, Alvinegro consegue triunfo diante do Leão por 2 a 1 e respira na luta contra a degola; Rubro-Negro perde a chance de dormir no G-4




A precisão nos cruzamentos fez a diferença na noite deste sábado, no estádio Orlando Scarpelli, em um duelo de alta intensidade. Com duas assistências de Yago, o Figueirense, agora sob o comando de René Simões, venceu o Sport de virada por 2 a 1, com gols de Dudu e Bruno Alves - Renê marcou para os pernambucanos.

O resultado, válido pela primeira rodada do returno do Brasileirão, faz o Furacão respirar na luta contra o rebaixamento - agora são três pontos para o Z-4. O Leão desperdiça a chance de dormir no G-4 e chegou ao oitavo jogo seguido sem vitória.


Tanto Figueirense quanto Sport têm compromissos no meio da semana. Os catarinenses duelam pela Copa do Brasil, quarta-feira, às 19h30, diante do Atlético-MG, no estádio Orlando Scarpelli. O Leão entra em campo no mesmo dia, mas às 22h, pela Copa Sul-Americana. O adversário é o Bahia, na Ilha do Retiro.

Lance de jogo Figueirense x Sport (Foto: Estadão Conteúdo)Figueirense e Sport fizeram um jogo movimentado em Florianópolis (Foto: Estadão Conteúdo)

Os 45 minutos iniciais de Figueirense e Sport colocaram o preparo físico tamanha a intensidade. Desde o apito inicial, as duas equipes adotaram a postura ofensiva e as chances apareceram. Junto delas, as reclamações de arbitragem. O time catarinense pediu dois pênaltis em lances seguidos, mas Wagner do Nascimento Magalhães nada marcou.

Problemas com o apito à parte, o Sport soube aproveitar. Foi mais preciso na finalização com Renê, aos 31 minutos - depois de ter desperdiçado ao menos duas outras chances, com Maikon Leite e Diego Souza. O lateral-esquerdo usou a perna ruim para bater no canto, sem chances para o goleiro e garantir a vantagem pernambucana, melhor na etapa inicial.

Na volta do intervalo, os donos da casa modificaram o esquema e passaram a jogar com três atacantes. Apesar da vantagem, o Sport subiu a linha de marcação e se mostrou compactado, o que dificultou a criação do Figueirense. Apesar de tentar pressionar, os alvinegros não conseguiam uma chance clara de finalização.

Sobrou então a bola parada ao Figueirense. Yago colocou na medida para Dudu, aos 17, finalizar de primeira e empatar a partida, bem posicionado na segunda trave. O gol desequilibrou o Sport, e o Furacão aproveitou. Novamente no cruzamento, aos 24, Yago dessa vez encontrou Bruno Alves, que cabeceou no canto de Danilo Fernandes e virou a partida. No duelo entre um treinador novato e o mais longevo, René Simões vai passar o domingo sorrindo.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.