Brasileirão Série A

Vasco estraga festa do Flu por Ronaldinho Gaúcho: 2 a 1 no Maraca

7/20/2015 12:40:00 AMReginaldo Júnior

Com gols de Andrezinho e Jhon Cley, Cruz-Maltino volta a vencer depois de três derrotas consecutivas, porém, ainda está no Z-4. Tricolor perde chance de ser líder




Vitória graças a uma arrancada precisa, com chute forte e colocado, que acertou o ângulo sem chance ao goleiro adversário. O lance digno de Ronaldinho Gaúcho foi protagonizado por Jhon Cley, o herói do 2 a 1 do Vasco sobre o Fluminense, neste domingo, no Maracanã, pelo Brasileirão. Ao estragar a festa da apresentação do astro pelo Tricolor, o Cruz-Maltino aliviou a crise: voltou a ganhar após três derrotas consecutivas, mas ainda está na zona de rebaixamento. O Flu, invicto nos últimos seis duelos, perdeu a chance de ser líder, entretanto, se mantém no grupo da Libertadores.
O Vasco deu continuidade à freguesia do Fluminense. Não perde há três anos ou dez jogos no Brasileiro - computando todas as competições, são sete anos ou 11 duelos no Maraca. E, claro, deu resposta dentro de campo à perda de R10 e à polêmica do lado da torcida. É, agora, o 18ª, com 12 pontos. O Flu, o terceiro, com 27. Os dois times voltam a disputar o Brasileiro no domingo. Às 11h (de Brasília), na Arena Condá, o Flu desafia o Fluminense. O Vasco, às 18h30, em São Januário, recebe o Palmeiras. Antes, porém, quarta-feira, na Arena das Dunas, diante do América-RN, joga a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil: ganhou a primeira partida por 3 a 1.

Jhon Cley comemora gol Fluminense x Vasco (Foto: Marcelo de Jesus / GloboEsporte.com)Jhon Cley (7) comemora gol da vitória do Vasco sobre o Fluminense (Foto: Marcelo de Jesus / GloboEsporte.com)

O gol de Andrezinho, aos 39 minutos, resumiu o primeiro tempo: precisão do Vasco, pressão do Flu. Melhor, o Tricolor teve mais posse de bola (52% a 48%), maior número de finalizações (10 a 1) e quase não correu riscos, à exceção da bola na rede. Jhon Cley fez boa jogada pela direita, cruzou e o meia cabeceou para o gol. Até então, o Cruz-Maltino se defendia bem, e o Flu, apesar de chutes de longe de Marcos Junior e Giovanni e cabeçada de Gum, não transformou a superioridade em vantagem. Logo após o intervalo, Giovanni machucou. Enderson arriscou: colocou o atacante Osvaldo. Ao ampliar a velocidade, o Tricolor empatou. Gerson cruzou, Marcos Junior dominou no peito e, sem deixar cair, fuzilou. Golaço. Mas o Vasco voltou à frente com uma pintura: Jhon Cley bateu firme de fora da área e decretou o 2 a 1. Ainda deu tempo para Jordi fazer grande defesa em cabeçada de Fred.

Em maior parte, a torcida do Fluminense fez um bom espetáculo nas arquibancadas. Foram 41.764 presentes (37.687 pagantes, com renda de R$ 1.816.345,00.
Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.