Brasileirão Série B

Mogi comprova boa fase, vence no Castelão e aumenta jejum do Ceará

7/25/2015 11:12:00 PMReginaldo Júnior

Rivaldinho (duas vezes) e Edson Ratinho garantem vitória por 3 a 2 em Fortaleza, em quarta partida seguida sem perder dos paulistas. Vozão não vence há 12 rodadas




A noite deste sábado em Fortaleza comprovou que, apesar de dividirem a zona de rebaixamento, Ceará e Mogi Mirim vivem momentos quase que opostos na Série B do Campeonato Brasileiro. Em boa fase desde a volta de Rivaldo aos gramados, o Sapo - que não teve o craque, poupado, em campo - ampliou a série invicta com vitória por 3 a 2, dois gols de Rivaldinho, filho do camisa 10, e Edson Ratinho. O Vozão, cujos tentos saíram dos pés de Ricardinho, completou a 12ª partida consecutiva sem vencer em 2015.


Ceará, Mogi Mirim, Arena Castelão (Foto: Kid Júnior/Agência Diário)Ataque do Mogi leva a melhor sobre zaga do Ceará em duelo direto pelo Brasileiro (Foto: Kid Júnior / Agência Diário)

Como um não perde há quatro jogos e o outro não ganha há 12, é compreensível que as preocupações sejam diferentes. O Mogi vislumbra pela primeira vez a saída da degola, pois chegou a 13 pontos, três a menos que o Bragantino, Paraná, Luverdense e ABC, todos times fora da zona. O Ceará, por sua vez, tem oito, isolado na lanterna e cada vez mais preocupado com uma possível queda para a Série C.

Ambos jogam novamente na terça-feira cheia do Campeonato Brasileiro, daqui três dias. O Mogi, em casa, encara o Bragantino, e conta com Rivaldo para se agarrar ao rival paulista e ganhar fôlego contra o descenso. O Ceará também pega um time ameaçado – ABC, em Natal –, mas precisa antes se aproximar de Atlético-GO e Boa Esporte, cada um com 12 pontos.

O jogo

Rivaldo não estava em campo, mas seus genes garantiram o Mogi. O filho, em boa fase, abriu o placar logo no primeiro avanço do Mogi, com 15 minutos. De cabeça, concluiu passe de Serginho como um foguete entre os zagueiros. O Ceará, pressionado por jogar em casa, desperdiçou algumas oportunidades de igualar o placar. Só foi marcar o primeiro no início do segundo tempo, em pancada de longe de Ricardinho. A bola bateu na trave e quicou dentro do gol.

A partida seria polarizada pelos dois autores dos gols. Rivaldinho recolocou o time paulista em vantagem, ao receber passe de Geovane e concluir no canto direito de Tiago, mas Ricardinho, em mais uma pancada de longe, igualou o duelo particular (lógico que com uma ajuda do volante Magal, que desviou a bola antes de chegar a Daniel). No fim, brilhou a estrela de Edson Ratinho, parceiro de Rivaldo desde os tempos de Usbequistão. De falta, ele colocou com precisão no canto direito e definiu a terceira vitória em quatro jogos do Mogi.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.