Brasileirão Série A

Joinville e Ponte Preta empatam e prolongam problemas no Brasileirão

7/20/2015 01:02:00 AMReginaldo Júnior

Um ponto para cada lado não resolve: JEC segue na lanterna do Campeonato Brasileiro, enquanto Macaca aumenta a seca, agora de cinco jogos sem vencer




Um para cada lado, e que pouco adianta. Joinville e Ponte Preta ficaram no empate em 1 a 1, neste domingo, em Santa Catarina, e não conseguem se livrar de seus problemas. O JEC continua na lanterna do Campeonato Brasileiro, e a Macaca prolonga para cinco a quantidade de partidas sem conseguir triunfar. Estreante, Silvinho abriu o placar para os mandantes da Arena Joinville. A igualdade foi decretada por Fernando Bob, em cobrança de penalidade máxima.
Na próxima rodada, o JEC enfrenta o Santos às 11h de domingo, na Vila Belmiro. No mesmo dia, porém às 16h e no Moisés Lucarelli, a Macaca recebe o Internacional.

Joinville x Ponte Preta (Foto: José Carlos Fornér/JEC)Joinville e Ponte Preta empataram na Arena (Foto: José Carlos Fornér/JEC)

O jogo

O Joinville era dono do mando e da bola. Terminou a primeira etapa com 61% de posse. Porém, do jogo não tinha o domínio. Não conseguia avançar mais do que o meio de campo. Era como a Ponte queria, tomar o balão e escapar em velocidade. No entanto, teve apenas uma oportunidade assim: Diego Oliveira chutou rente à trave e fora. O lance foi o estopim para irritar a torcida da casa. Tricolores gritaram “raça”, mas ganharam apenas o “uh” da falta cobrada com capricho por Lucas Crispim que passou por Lomba, mas encontrou defesa na trave. 

A Ponte voltou do intervalo com a mesma proposta, porém o Joinville mudou bastante com as entradas de William Popp e Silvinho. A dupla jogou cada um de um lado, no 4-2-3-1 aberto do JEC. O risco de exposição fez bem, porque foi de um a assistência e de outro o gol que derrubou o primeiro zero do placar. O técnico Guto Ferreira foi obrigado a desmontar a postura defensiva. Bady entrou para aumentar a dinâmica e o volante Josimar saiu para dar lugar ao atacante Borges.

O avanço fez efeito, mas com a bola na marca da cal. Anselmo cometeu penalidade sobre Biro-Biro, que Fernando Bob botou dentro e o placar em igualdade. Gradativamente, a Ponte passou a satisfazer com o empate. O time recompôs a proposta do início do jogo. A última cartada tricolor foi Marcelinho Paraíba, na tentativa de um chute de longe, de uma cobrança de falta. Porém, quem levou algum perigo batendo de fora foi Marion, que acertou a trave de Lomba. Nos acréscimos, Silvinho acertou o poste pela terceira e última vez na noite deste domingo no Norte de Santa Catarina.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.