Brasileirão Série A

Grêmio domina e vence Santos na Vila em jogo com expulsão polêmica

7/05/2015 06:12:00 PMReginaldo Júnior

Tricolor joga melhor e consegue confirmar quinta vitória seguida que o deixa líder; Geuvânio é expulso na etapa inicial após entrar sem autorização do árbitro




Quem pode parar o Grêmio de Roger Machado? Nem a mítica Vila Belmiro, que só havia testemunhado dois triunfos tricolores na história foi capaz, na tarde deste domingo, pela 11ª rodada do Brasileirão. O time gaúcho dominou o Santos do início, chegou à quinta vitória seguida e agora tem os mesmos 23 pontos do Sport, com um triunfo a mais. Despedaçado pela má fase - não vence há três jogos - e por uma expulsão polêmica de Geuvânio por ter entrado sem autorização do árbitro, o Peixe reagiu tardiamente e só conseguiu diminuir a superioridade rival para 3 a 1, gols de Luan e Galhardo, ambos construídos por Giuliano, destaque da partida, e Yuri Mamute. Artilheiro do Brasileirão com sete gols, Ricardo Oliveira descontou.

Resta ao Grêmio torcer, quem diria, para o Inter não perder para o Atlético-MG, no duelo das 18h30. Assim, fechará a rodada como líder. Na próxima rodada, visita a Chapecoense, às 19h30 de quarta-feira. Mesmos dia e horário de Goiás x Santos, em duelo direto para o Peixe não entrar no Z-4 - no momento, é 16º, com 10 pontos, superior ao Esmeraldino nos gols marcados.

> Confira a tabela do Brasileirão

Jogadores comemoram Grêmio gol  (Foto: Reprodução/RBS TV)Jogadores comemoram gol do Grêmio (Foto: Reprodução/RBS TV)

O Grêmio mostrou logo no início porque é uma das sensações do Brasileirão. Aos três minutos, abriu o placar em jogada envolvente, bem ao estilo intenso aplicado por Roger Machado. Jogada de Giuliano, para Luan até a finalização de Pedro Rocha. Se a fase do Santos já era preocupante, o gol tão prematuro sofrido em casa ampliou as dificuldades da equipe de Marcelo Fernandes.

O Peixe praticamente não finalizou com perigo e acabou ainda mais castigado em lance polêmico, aos 28 minutos. Pouco antes, Geuvânio havia levado amarelo por falta dura em Luan. Desta vez, acabou expulso por ingressar no gramado após atendimento médico sem a autorização de Felipe Gomes da Silva. A polêmica se deve a uma imagem recuperada da transmissão, em que o árbitro aparece supostamente autorizando a entrada do santista.

Após a expulsão, o Grêmio poderia ter tornado o placar mais elástico. Até a posse de bola, raro trunfo dos santistas, começou a trocar de lado. Giuliano foi quem teve a chance mais clara, ao driblar o goleiro e se prensado por Caju, já com a meta desguarnecida. O primeiro tempo terminou com vaias da torcida ao Santos. Também pudera: foram nove finalizações gaúchos contra apenas três, e nenhuma relevante, dos mandantes.

A superioridade tricolor seguiu no segundo tempo. Novamente aos três minutos, em mais uma troca de passes envolvente protagonizada por Giuliano, o Grêmio ampliou. Quem finalizou desta vez foi Galhardo: 2 a 0. Após uma saída de bola errada de Walace, o Santos ressurgiu. Aos 19 minutos, Ricardo Oliveira descontou e recolocou o Peixe na briga.

A pressão por pouco não surtiu efeito, mas ao menos serviu para Oliveira se isolar ainda mais na artilharia do Brasileirão, com sete gols. Para completar, Yuri Mamute receberia belo passe de Edinho aos 35 minutos: 3 a 1, e vitória merecida na Vila.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.