Brasileirão Série A

Corinthians marca no início e no fim, vence a Ponte Preta e cola no G-4

7/02/2015 09:41:00 PMReginaldo Júnior

Após um bom primeiro tempo, em que dominou a partida e abriu o placar, Timão passa sufoco após o intervalo, mas consegue gol no fim, com Love, e respira aliviado




O Corinthians passou aperto no segundo tempo, mas conseguiu segurar a pressão da Ponte Preta, marcou um gol nos acréscimos e venceu por 2 a 0, nesta quinta-feira, na Arena, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jadson colocou o Timão na frente no primeiro tempo, e Love tirou o time do sufoco no fim. A Macaca foi bem superior na etapa final, acertou a trave, obrigou Cássio a fazer grandes defesas, mas não conseguiu mandar a bola para a rede. Acabou castigada.

Com o triunfo, o Timão subiu da sétima para a quinta posição e colou no G-4, com 19 pontos, mesmo número do Atlético-PR, que fica em quarto porque tem melhor saldo de gols (5 a 2). A Ponte, com 16, está em oitavo.

Corinthians x Ponte Preta Jadson grupo (Foto: Marcos Ribolli)Jogadores do Timão festejam gol de Jadson, que abriu o placar na Arena(Foto: Marcos Ribolli)

O jogo

O início do jogo foi travado no meio-campo. Marcação forte, divididas, faltas e alguns chutões tornaram a partida monótona nos primeiros minutos. Aos poucos, porém, o Corinthians foi colocando a bola no chão para trocar passes e envolver a Ponte Preta. Melhor posicionado, o time de Tite passou a chegar com perigo, principalmente pelo lado esquerdo, com Malcom combinando boas jogadas com Vagner Love. 

A Ponte tentava responder, mas não conseguia uma sequência de passes para se aproximar da área corintiana. Tanto que o goleiro Cássio praticamente assistiu à partida. O melhor momento do Timão resultou em gol, aos 40. Renato Augusto achou espaço pelo meio, arrancou e passou a Elias, na direita, que cruzou para Jadson completar. 

A Macaca acordou no segundo tempo. Com marcação mais adiantada, o time de Campinas passou a trocar passes no campo de ataque. Biro Biro e Renato Cajá eram os jogadores mais lúcidos do time e criaram boas chances. Cajá chegou a acertar o travessão numa cobrança de escanteio cheia de efeito.
Os papéis se inverteram. Com a melhora da Ponte, o Timão ficou encurralado, sem conseguir sair da defesa. Enquanto Lomba assistia à partida, Cássio trabalhava. Malcom sumiu e foi substituído por Mendoza, que não entrou bem.

Apesar de toda a pressão, a Ponte acabou castigada. Justamente no momento de maior pressão dos visitantes, o Timão conseguiu marcar o segundo, com Vagner Love, que aproveitou falha de Fernando Bob e tirou a equipe da casa do sufoco.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.