Brasileirão Série B

Jefferson e Victor Luis viram vilões, e Ceará e Botafogo empatam sem gols

7/08/2015 12:39:00 AMReginaldo Júnior

No duelo entre o líder e o lanterna da Série B, equipes ficam no empate no Castelão na estreia de Geninho. Glorioso segue líder, e Vozão continua longe de sair do Z-4




O reencontro entre Ceará e Botafogo no Castelão nem de longe lembrou o emocionante confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil do ano passado, quando os cariocas viraram para 4 a 3 com um gol no último minuto. Na noite desta terça-feira, faltaram gols no confronto entre o líder contra o lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro. O placar de 0 a 0 teve grande colaboração de Jefferson e de Victor Luis, que tirou uma bola em cima da linha nos acréscimos. Empate ruim para ambos, mas pior para o time do estreante Geninho, que segue distante de sair do Z-4; melhor para o de René, que viu seus concorrentes tropeçarem na rodada.
O resultado manteve o Botafogo na liderança da Série B com 24 pontos, já que Paysandu, América-MG e Náutico tropeçaram. Enquanto isso, o Ceará somou só um ponto em casa, chegou a seis, deixou a lanterna, mas segue longe de sair do Z-4. As duas equipes voltam a campo na sexta-feira. Às 19h30 (de Brasília), o Vozão recebe o Criciúma no Castelão, enquanto o Glorioso visita o Bragantino, às 21h50, no Nabi Abi Chedid.

Ceará, Botafogo, Arena Castelão, Série B (Foto: Kiko Silva/Agência Diário)Não viu a bola: Ceará e Botafogo fazem jogo de muitas chances e péssimas finalizações (Foto: Kiko Silva/Agência Diário)
O Ceará de Geninho, em menos de 10 minutos, fez o que não conseguiu nas dez rodadas passadas: marcar sob pressão e atacar em velocidade. Com muitos buracos na defesa do Botafogo, o gol só não saiu porque Jefferson salvou as bombas de Ricardinho. E quando não dava para o goleiro, Fabinho errou a mira e raspou a trave. Muito em função das atuações apagadas de Willian Arão e Daniel Carvalho, os cariocas tinham dificuldades de criar. A única chance foi com a joia Luis Henrique, que carimbou o travessão de Tiago. Mas a joia de 17 anos, que marcou duas vezes duas vezes em sua estreia como profissional, desta vez não balançou a rede. O panorama foi o mesmo na etapa final, com a diferença de emoções nos minutos finais: Jefferson salvou cabeçada à queima-roupa de Fabinho, e Victor Luis evitou em cima da linha o que seria o gol de Lulinha.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.