Brasileirão Série A

Superior, mas econômico, Atlético-PR vence a Chapecoense na Baixada

7/19/2015 01:19:00 PMReginaldo Júnior

Furacão domina as ações e cria 18 chances, mas vence por apenas 1 a 0 na manhã deste domingo. Chapecoense fica estacionada no meio da tabela do Brasileirão




Superior, mas econômico, o Atlético-PR venceu a Chapecoense por 1 a 0 na manhã deste domingo, na Arena da Baixada, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time dominou as ações durante a maior parte do jogo, mas perdeu chances claras - finalizou 18 vezes para fazer um único gol. Gol este marcado pelo volante Hernani após escanteio cobrado por Nikão aos seis minutos do segundo tempo.
O jogo teve 17.774 presentes e 15.892 pagantes, com uma renda de R$ 317.330,00. Os torcedores viram um primeiro tempo morno. O Rubro-Negro rondava a área adversária, mas não conseguia aproveitar as chances. Depois, conseguiu o gol e, mesmo em vantagem, manteve a postura ofensiva. Poderia ter feito mais dois ou três gols sem dificuldades. No fim, os visitantes cresceram no jogo e equilibraram as ações, mas não conseguiram chegar ao empate.

Arena da Baixada; Atlético-PR; Chapecoense; Hernani (Foto: Fernando Freire)Hernani marca o gol da vitória do Atlético-PR sobre a Chapecoense na Baixada (Foto: Fernando Freire)
Com placar magro ou não, o Atlético-PR chega aos 22 pontos, ultrapassa o Palmeiras e chega ao sétimo lugar - mas pode perder a posição se o Verdão vencer o Santos de tarde. Ele vai tentar engatar a segunda diante de outro catarinense: joga contra o Avaí, às 18h30 (horário de Brasília) de sábado, na Ressacada. Já a Chape fica estacionada na nona posição, com 19. O próximo compromisso será contra o Fluminense, mais uma vez às 11h de domingo, na Arena Condá.


Atlético-PR acorda no segundo tempo e vence

Os times protagonizaram um primeiro tempo sonolento. O horário do jogo (11h da manhã) talvez seja uma das explicações. Mas a forte marcação da equipe visitante era o principal motivo. O Atlético-PR teve mais posse de bola (60 a 40%) e finalizou mais (8 a 2), mas parou no goleiro Danilo, na falta de pontaria ou na sorte. Na melhor chance, logo aos cinco minutos, por exemplo, Nikão cruzou, e Crysan mandou na trave. Mesmo com uma postura mais cautelosa, a Chape também ameaçou - como em chute de Roger em cima do goleiro Weverton aos 28.

O Furacão voltou com uma postura ainda mais ofensiva, encurralando a Chape no campo defensivo. E a pressão não demorou a surtir efeito. Aos seis minutos, Nikão cobrou escanteio, e o volante Hernani cabeceou firme para abrir o placar. Apesar da vantagem, o time manteve a postura ofensiva. Hernani voltou a assustar em chute de longe, e Sidcley quase ampliou em chute cruzado. No fim, a equipe comandada por Vinícius Eutrópio (que seria expulso) chegou a equilibrar as ações, mas não conseguiu empatar.
Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.