Brasileirão Série A

Na estreia de Roth, Vasco vence a primeira, deixa lanterna e complica Fla

6/28/2015 08:38:00 PMReginaldo Júnior

Gol de Riascos em contra-ataque no primeiro tempo alivia cruz-maltinos. Fla, com três volantes nos 90 minutos, não reagiu. Ambos continuam na zona de rebaixamento




Os jogadores do Flamengo homenagearam o Violino, com a expressão "#carlinhoseterno" impressa em cada camisa e um torcedor com o instrumento em campo. Mas o time desafinou e quem enfim limpou a garganta para comemorar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro foi o Vasco. No lado rubro-negro, faltaram solistas, sobraram carregadores de piano e a batuta de maestro ficou sem dono em um meio de campo composto por três volantes. Bom para o estreante Celso Roth, que mesmo ainda sem tempo para arrumar a equipe, conseguiu fazer o Vasco ser mais eficiente e matar o jogo na Arena Pantanal em um contra-ataque fulminante que terminou com o cabeceio certeiro de Riascos: 1 a 0. O Vasco não vencia o Flamengo no Campeonato Brasileiro desde 2006.
O chamado Clássico dos Milhões não arrastou grandes multidões em Cuiabá. Foram 14.010 pagantes para ver o duelo entre vascaínos e rubro-negros na zona de rebaixamento, com 16.602 presentes na Arena Pantanal. A renda foi de R$ 1.154.950,00.

Riasco gol Vasco x Flamengo (Foto: Buda Mendes / Getty Images)Riascos comemora o gol que decidiu o clássico contra o Flamengo em Cuiabá (Foto: Buda Mendes / Getty Images)
A vitória do Vasco representa alívio, mas é cedo para comemorar. O time deixou a lanterna do Brasileiro, mas continua na zona de rebaixamento - na penúltima colocação. Para o Flamengo, a situação também está longe de ser boa, com um ponto a mais do que o rival de São Januário e também entre os degolados da tabela. Na décima rodada, o Vasco recebe o Avaí em São Januário, na quarta-feira, às 19h30. No mesmo dia, mas às 22h, os rubro-negros encaram o Joinville, na Arena Joinville.

Antes de o jogo começar foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao ex-jogador e técnico do Flamengo Carlinhos, que morreu na última semana. Respeitado em parte, porque a torcida quebrou o protocolo para gritar o nome do ídolo. Com cinco minutos de bola rolando a zaga do Vasco se enrolou na saída de bola e Éverton invadiu a área, mas foi travado na hora do chute. Alarme falso. Quem abriu o placar, bem ao estilo de Celso Roth, no contra-ataque, foi o Vasco. Madson, em velocidade, passou como quis por Anderson Pico e cruzou na medida para Riascos concluir de cabeça: 1 a 0. Desorganizado, com um meio de campo formado por três volantes, o Flamengo tinha grande dificuldade na criação: até os 30 minutos, nenhuma finalização. No segundo tempo, Alan Patrick, Paulinho e Marcelo Cirino entraram, nenhum volante saiu. E pouco mudou, a não ser pela tentativa de Alan Patrick que forçou Charles a fazer a única boa defesa do jogo. Sem uma armação eficiente de jogadas no rival, o Vasco administrou a sua primeira vitória no campeonato.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.