Brasileirão Série B

Macaé e Bahia fazem jogo cheio de chances, mas empate frustra ambos

6/03/2015 12:02:00 AMReginaldo Júnior

Tricolor perde a liderança para o Náutico, enquanto time do Rio de Janeiro deixa a zona do G-4 da Série B. Partida é marcada por equilíbrio e muita movimentação




Bahia e Macaé são os ataques mais eficientes da Série B. Cada time balançou as redes em nove oportunidades na competição. Nesta terça-feira, os dois se enfrentaram no Moacyrzão, mas não conseguiram fazer valer o potencial ofensivo. Pela sexta rodada da Série B, cariocas e baianos empataram em 0 a 0. Engana-se, no entanto, quem pensa que o jogo foi morno. As equipes se movimentaram bastante e criaram chances de gols, com direito a defesa milagrosa de Douglas Pires no primeiro tempo.
Em termos de tabela, o resultado desta terça-feira não foi um bom negócio para nenhuma das duas equipes. Com um ponto conquistado, o Bahia foi ultrapassado pelo Náutico e perdeu a liderança da competição: é o atual vice-líder, com 11 pontos, enquanto o rival pernambucano tem 13. O Macaé, por sua vez, saiu da zona de classificação e caiu para a quinta colocação, agora com 10 pontos.
As duas equipes, agora, voltam a campo no próximo sábado, pela sexta rodada da Série B do Brasileirão. O Macaé vai até Santa Catarina para enfrentar o Criciúma, às 16h30, no Heriberto Hülse, enquanto o Bahia encara o Bragantino, no mesmo horário, em São Paulo.

Juninho e Souza, macaé x bahia (Foto: Tiago Ferreira / Macaé Esporte)Macaé e Bahia fizeram uma boa partida no Estádio Moacyrzão, apesar do 0 a 0 (Foto: Tiago Ferreira / Macaé Esporte)
O JOGO

O equilíbrio ditou o ritmo da partida no primeiro tempo: chances lá e cá, com os dois goleiros trabalhando bastante. Mas o Macaé foi o dono das melhores chances, regido principalmente pelo maestro Juninho. O camisa 8 estava em uma noite inspirada, acertando tudo que tentava e infernizando a defesa adversária. Aos 18, ele deixou Pipico na cara do gol, mas o atacante não aproveitou. Rômulo, em chutes de fora da área, foi a principal válvula de escape do Bahia, mas quem perdeu a melhor oportunidade foi Anselmo: o camisa 9 do time do Rio de Janeiro apareceu livre na pequena área, mas chutou em cima do goleiro Douglas Pires.

Com o ímpeto nitidamente mais dosado, Macaé e Bahia protagonizaram um segundo tempo de menos emoção e chances de gol. Os donos da casa até tentaram surpreender logo no início e chegaram bem com a dupla Aloísio e Juninho. O Tricolor respondeu, quase que imediatamente, com Souza e Tiago Real, mas a partida, a partir daí, passou a se limitar a erros de passe e muita briga no meio de campo. Satisfeitos com o ponto conquistado, as equipes começaram a reforçar sua defesa para segurar o resultado no Estádio Moacyrzão.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.