Brasileirão Série A

Em manhã de quebra de recorde, Galo faz para o gasto e bate o Joinville

6/28/2015 01:39:00 PMReginaldo Júnior

Léo Silva marca o único gol da vitória alvinegra para 55.987 mil torcedores presentes. Time chega à vice-liderança, mas pode cair. Catarinenses seguem em penúltimo




As manhãs de futebol no Brasileirão parecem ter caído no gosto da torcida e chegaram para ficar. Com direito a quebra de recorde de público presente na competição, já que 55.987 mil torcedores estiveram no Mineirão e acompanharam uma magra vitória do Atlético-MG sobre o Joinville, por 1 a 0. Leonardo Silva fez o único gol da partida em cabeçada ainda no primeiro tempo.
Os três pontos, no entanto, valeram como os de qualquer vitória mais elástica e colocaram o time na vice-liderança da competição, com 17, os mesmos de São Paulo e Grêmio. A posição, no entanto, pode ser alterada com o encerramento da rodada. O Joinville, por sua vez, permanece com quatro pontos, em penúltimo, e pode vir até a ser lanterna. Os comandados de Adilson Batista foram valentes e até tiveram chances para empatar, mas esbarram no problema crônico que vem sendo visto neste Brasileirão: a falta de pontaria. Foram apenas quatro bolas na rede em nove jogos até aqui.  
Os dois times voltam a campo na quarta-feira. Novamente em Belo Horizonte, mas no Independência, o Galo recebe o Coritiba, às 21h (de Brasília). Uma hora depois, na Arena Joinville, a equipe catarinense recebe o Flamengo.

Leonardo Silva Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini/CAM)Leonardo Silva comemora seu 21º gol pelo Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini/CAM)

Contra retranca, bola parada

Desde os minutos iniciais ficou claro qual seria o panorama do jogo. O Atlético-MG jogando adiantado, trocando passes e pressionando o Joinville em seu campo de defesa. Por sua vez, os comandados de Adilson Batista buscavam fechar todos os espaços para tentar encaixar um bom contragolpe. A estratégia catarinense vinha dando certo, pelo menos defensivamente, Apesar de ficar sem a bola, o goleiro Agenor não era exigido.

Mas para quebrar uma defesa sólida, nada como uma jogada de bola parada, uma das fortes armas alvinegras. E foi exatamente assim que saiu o gol. Giovanni Augusto cobrou escanteio, Leonardo Silva subiu muito e mandou sem chances de defesa, aos 33 minutos.

Em desvantagem, o Joinville se viu obrigado a avançar suas peças, e em pelo menos dois contragolpes quase marcou. Porém, o máximo que conseguiu antes do apito final foi carimbar o travessão em cabeçada de Naldo. Lucas Crispim ainda levou perigo ao gol atleticano em um chute rasteiro.

Com a derrota parcial, coube a Adilson Batista adiantar suas linhas de marcação após o intervalo. E quase deu certo logo aos seis minutos, quando Kempes resolveu apertar Victor e o goleiro por pouco não protagonizou uma lambança daquelas. O Joinville conseguiu inibir a força ofensiva rival durante quase todo o segundo tempo e chegou a pressionar em busca do empate, mas o 1 a 0 insistiu em ficar eternizado no primeiro jogo das duas equipes numa manhã de domingo do Brasileirão.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.