Brasileirão Série A

Fla vence a primeira e deixa a zona de rebaixamento: 1 a 0 na Chapecoense

6/06/2015 08:36:00 PMReginaldo Júnior

Com gol de Gabriel, no Maracanã, Rubro-Negro ameniza a crise. Cristóvão também ganha pela primeira vez. Posição fora do Z-4 depende de resultados paralelos




Não foi uma atuação de encher os olhos. Longe disso. Nem para dar esperança ao torcedor de sonhar com algo melhor. Porém, o Flamengo fez o suficiente para ganhar a primeira no Brasileirão. Teve uma dose de sorte, verdade. Dois minutos depois de Vilson ser expulso, Gabriel marcou o gol do 1 a 0 sobre a Chapecoense, na noite deste sábado, que tirou o Rubro-Negro, ao menos temporariamente, da zona do rebaixamento. Foi ainda a primeira vitória de Cristóvão Borges. Ao Verdão do Oeste, que sonhava em chegar ao grupo da Libertadores em caso de vitória, ficou a lição de que precisa melhorar como visitante: são três derrotas em três jogos.    
Com quatro pontos, o Fla deixou temporariamente o Z-4. É o 16º colocado. Tem de torcer contra Figueirense, Coritiba, Vasco e Joinville para não voltar ao setor dos últimos. Aí, sim, enfim, terá uma semana tranquila. A Chapecoense, com nove pontos permanece em sétimo. As duas equipes voltam a campo no sábado. Em Curitiba, no Couto Pereira, a partir das 16h30 (de Brasília), o Flamengo desafia o Coritiba. Mesmo horário que, na Arena Condá, em Chapecó, a Chapecoense recebe o São Paulo.

Gabriel comemora gol Flamengo x Chapecoense (Foto: André Durão/GloboEsporte.com)Gabriel comemora gol do Flamengo contra a Chapecoense no Maracanã (Foto: André Durão/GloboEsporte.com)
Flamengo em busca do ataque, Chapecoense apenas se defendendo. O contraste sintetizou o primeiro tempo. Com mais competência, o time catarinense levou a melhor. Se finalizou apenas duas vezes, sem perigo a Paulo Victor, não vazou atrás. Verdade que levou sustos: Wallace cabeceou para fora após má saída de Danilo e Eduardo da Silva chutou cruzado, rente à trave. As chances não apagaram a lentidão e o jeito burocrático de atacar, um recorrente problema rubro-negro.

Após o intervalo, ao apostar em jogadas laterais, o Fla melhorou. Pressionou. Quase abriu o placar com Gabriel. Reclamou de pênalti de Apodi. Marcelo Cirino, livre, iria invadir a área, porém, foi derrubado por Vilson, corretamente expulso. No lance seguinte, Gabriel marcou. Pegou rebote do goleiro Danilo, que cansou de sair errado, e bateu de primeira: 1 a 0. A falta de precisão não deu mais tranquilidade: Eduardo da Silva e Jonas perderam chances. No fim, Paulo Victor garantiu a vitória ao fazer grande defesa em chute de Apodi.

A média de 27 mil pagantes ficou longe de ser repetida no Maracanã. Neste sábado, os presentes somaram 20.156 (16.960 pagantes). A renda foi de R$ 619.907,50.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.