Brasileirão Série B

CRB vence no Rei Pelé, alivia pressão e amplia drama do Oeste

6/03/2015 12:07:00 AMReginaldo Júnior





Na noite desta terça-feira, o CRB reencontrou a paz com seus torcedores. Atuando no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL, o Galo da Pajuçara não tomou conhecimento do ameaçado Oeste, treinado por seu ex-comandante Roberto Cavalo, e triunfou por 3 a 0. Os gols nordestinos, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, foram anotados por Maxwell, Gerson Magrão e Clebinho.

Com o importante resultado, o segundo triunfo conquistado na condição de mandante, a formação regatiana chega aos sete pontos, figurando na 11ª posição, condição que dá mais tranquilidade para o questionado técnico Alexandre Barroso seguir trabalhando. Por sua vez, a representação de Itápolis, estacionada nas quatro unidades, continua com apenas uma vitória – diante do ABC, fora de casa, na estreia –, inaugurando a região da degola (17º posto).

O próximo desafio dos alagoanos ocorre neste sábado, às 21 horas (de Brasília), diante do ABC, também em casa. No mesmo dia e horário, o Rubrão visita o Boa Esporte, no estádio Prefeito Dilzon Luiz de Melo, em Varginha-MG.

O jogo – Procurando a segunda vitória em casa, o CRB começou a partida em ritmo avassalador. Logo aos seis minutos, Maxwell invadiu a área pelo setor esquerdo e finalizou colocado, com curva, exigindo boa defesa de Leandro Santos. Porém, com 12 jogados, a promessa regatiana conseguiu superar o arqueiro do Oeste. Ligger, tentando proteger a bola para ganhar tiro de meta, acabou surpreendido por Fernando, que praticou a roubada e cruzou rasteiro. Com a meta escancarada, o camisa 11, de carrinho, empurrou para as redes.

Quando o relógio apontou a marca dos 29, o Galo da Pajuçara carimbou a trave. Após escanteio efetuado por Gleidson Souza, Maranhão aproveitou bola mal afastada e cruzou para Gabriel na área. O defensor teve sangue frio para protagonizar um “chute no vácuo”, deixando Leandro Santos no chão. Porém, com o arqueiro batido, o atleta mandante chutou rasteiro e acertou o poste esquerdo itapolitano.


Foto: Paulo Victor Correia/TNH1

Aliviado por marcar seu primeiro gol na segunda divisão, Maxwell quase ampliou a contagem, aos 41 minutos. O camisa 11 invadiu a área pela esquerda e chutou firme, colocado, de pé direito. Atento, Leandro Santos voou no canto esquerdo para espalmar.

Na segunda etapa, Roberto Cavalo tentou revigorar o Oeste, promovendo as entradas de Fernandinho e Wangler nas respectivas vagas de Léo Bahia e Renato Xavier. Todavia, o CRB seguiu superior. Após carimbar a trave em cabeceio de Fernando, com 12 jogados, os regatianos ampliaram a contagem quando o relógio apontou a marca dos 17: aproveitando rebote de Leandro Santos em chute fraco de Daniel Cruz, Gerson Magrão, de canhota, balançou a rede.

Nem mesmo a entrada do genérico Val Baiano, na vaga do apagado Junior Negão, surtiu efeito. A representação de Maceió, com domínio inquestionável, ainda encontrou o terceiro gol, aos 37 minutos. Gleidson Souza cruzou na área e viu a bola bater no braço de Halisson. O árbitro apontou a marca da cal, e Clebinho não desperdiçou o pênalti, deslocando Leandro Santos com calma e categoria.


Foto: Paulo Victor Correia/TNH1




FICHA TÉCNICA
CRB 3 x 0 OESTE
Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL
Data: 2 de junho de 2015, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva-SE
Assistentes: Aílton Farias da Silva-SE e Wendel Augusto Lino de Jesus Melo-SE
Público: 4.144 pessoas
Renda: R$ 26.261,00
Cartões amarelos:
Diego Jussani, Gabriel e Daniel Cruz (CRB); Pedro Henrique, Halisson e Mazinho (Oeste)

GOLS
CRB: Maxwell, aos 12 minutos do primeiro tempo, Gerson Magrão, aos 17 minutos do segundo tempo, e Clebinho, aos 37 minutos do segundo tempo
CRB: Júlio César; Maranhão (Paulo Sérgio), Diego Jussani, Gabriel e Gleidson Souza; Glaydson Almeida, Olívio (Somália), Clebinho e Fernando (Gerson Magrão); Maxwell e Daniel Cruz
Técnico: Alexandre Barroso
OESTE: Leandro Santos; Paulo Henrique, Halisson, Ligger e Léo Bahia (Fernandinho); Leandro Mello, Betinho e Renato Xavier (Wangler); Mazinho; Waguininho e Junior Negão (Val Baiano)
Técnico
: Roberto Cavalo


Fonte: Gazeta Esportiva



You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.