Brasileirão Série B

Zé Carlos faz hat-trick, põe fim a jejum particular e CRB derrota o Macaé

6/20/2015 11:22:00 PMReginaldo Júnior

Centroavante do Galo converte dois pênaltis e marca após 44 dias de "seca". Diego diminui para o Leão em sábado chuvoso e repleto de emoções no Rei Pelé




Técnico do CRB, Mazola Júnior pediu um time ousado contra o Macaé durante a semana. Sonhou com um sistema ofensivo criativo e incômodo e, por isso, colocou Pingo e Clebinho entre os titulares. Teve êxito. Os jogadores sofreram dois pênaltis ainda na primeira etapa, convertidos por Zé Carlos, que ainda marcou mais um na segunda parte. Ele quebrou o jejum de 44 dias sem marcar, assumiu a artilharia do Galo na Série B e garantiu a vitória dura sobre o Macaé, por 3 a 1, em sábado chuvoso no Rei Pelé. O gol do Leão foi assinalado por Diego em chutaço no segundo tempo.

Não faltou emoção na partida. Os goleiros Júlio César e Fernando Ribeiro impediram placar maior no Rei Pelé, especialmente com as intervenções milagrosas da segunda etapa. As defesas abusaram das falhas e deixaram os atacantes adversários livres, leves e soltos, dando mostras aos técnicos Mazola Júnior, do CRB, e Marcelo Cabo, do Macaé, que há fragilidades por corrigir. Após o duelo, o homem da noite, Zé Carlos, desabafou.


- O torcedor tinha que ter um pouco de respeito comigo, eu vinha trabalhando e lutando. Quem acompanha o dia a dia vê minha força de vontade, dedicação e apoio aos companheiros. Quero dedicar esse momento à família e filhos. Quando passamos por momentos difíceis, eles estão ao nosso lado. Vamos continuar. Tenho que trabalhar com tranquilidade e saber que tenho mais jogos pela frente – disse.
A vitória empurra o CRB para cima, para o 11º lugar, com 10 pontos, ganhando uma posição. O Macaé cai dois postos termina a rodada na 9ª colocação, com 13. Na próxima rodada, o Galo visita o Mogi Mirim, sábado, às 16h30. O Leão, por sua vez, recebe o Botafogo no Moacyrzão, no mesmo dia e horário.

DOIS PÊNALTIS, DUAS MEDIDAS

A ordem de Mazola para o CRB era clara: mudar o enredo dos jogos anteriores e ter efetividade no ataque. Os jogadores entenderam o recado e marcaram território no início da partida. Fechadinho, o Macaé tentava mostrar as garras de forma devagar, nos contra-ataques. Aos 13 minutos, Clebinho tabelou com Pingo, mas chutou prensado e a bola ficou fácil nas mãos de Fernando mostrando que o gol do Galo estava amadurecendo. Saiu pouco tempo depois. Pingo caiu na área e o árbitro marcou pênalti. Zé Carlos chamou a responsabilidade, bateu com firmeza e, aos 17 minutos, abriu o placar, encerrando ainda jejum de 44 dias sem encontrar as redes.

CRB x Macaé, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)Zé Carlos comemora com o banco antes de cair nos braços da massa regatiana (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
O gol obrigou o Macaé a responder. Aos 23', Felipe Machado aproveitou escanteio cobrado em arco por Juninho e cabeceou, acertando a trave de Júlio César. Foi o sinal de que o jogo de repetecos estava por chegar. Passaram os minutos, a chuva fina continuou a cair e, aos 36 minutos, Clebinho foi puxado dentro da área do Macaé. Mais um pênalti. Zé Carlos não titubetou, bateu no mesmo canto e converteu pela segunda vez, aos 37 minutos. Três minutos depois, Juninho cobrou falta de média distância com perfeição e atingiu o poste do CRB. O Leão parava, mais uma vez, na trave.


UM PARA LÁ, OUTRO PARA CÁ

O CRB relaxou com o placar da primeira etapa. Por outro lado, o Macaé voltou traiçoeiro. O reserva Jones, que havia entrado no intervalo, teve duas chances seguidas para marcar. Na primeira, a bola passou perto; na segunda, errou o alvo na cabeça, mas o bandeira já marcava posição irregular.
Diego encheu o pé e chutou cruzado para bela intervenção de Júlio César. Na sobra, Jones não calibrou a mira e errou o alvo, desperdiçando boa oportunidade aos oito minutos. Aos 23, o Macaé foi premiado. Diego bateu cruzado, com muita força, sem chances para Júlio César. O jogo ganhou contornos ainda mais dramáticos. Fernando Santos salvou o Macaé em cabeça de Maxwell e o camisa 1 do Galo impediu gol de Fernando Santos. Até que Zé Carlos resolveu atrair novamente os holofotes aos 39 minutos. Ele recebeu passe açucarado de Maxwell e bateu no cantinho, deslocando o arqueiro do Leão e marcando um golaço. Placar fechado no Rei Pelé.

CRB x Macaé, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)Não faltou emoção no jogo entre CRB e Macaé, disputado no Rei Pelé neste sábado (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
Fonte: Globo Esporte



You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.