Brasileirão Série A

Kléber estreia, Coxa bate Cruzeiro e chega à segunda vitória no Brasileiro

6/28/2015 06:08:00 PMReginaldo Júnior

Triunfo na rodada não tira Coritiba da zona de rebaixamento do Brasileirão; time mineiro perde a segunda sob o comando de Vanderlei Luxemburgo




Coritiba Cruzeiro Kleber Gladiador (Foto: Giuliano Gomes/ Agência PRPRESS)Kléber Gladiador estreou pelo Coritiba com vitória  (Foto: Giuliano Gomes/ Agência PRPRESS)
Em um jogo muito fraco tecnicamente, mas que teve correria e disposição de sobra, o Coritiba venceu o Cruzeiro, por 1 a 0, gol de Rafhael Lucas, no segundo tempo. A partida, realizada no Couto Pereira, em Curitiba, premiou a equipe que foi mais insistente e objetiva na luta pela vitória, ainda que não tenha mostrado qualidade na busca do resultado. O primeiro tempo da partida foi sofrível. O segundo foi um pouco melhor, mas nada de encher os olhos dos 12.395 torcedores que pagaram ingresso e proporcionaram renda de R$ 195.900,00. O público total foi 14.813.  

Mesmo com a vitória, o Coritiba permanece na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com sete pontos. O Cruzeiro também não faz boa campanha.Com 10 pontos, está na 12ª colocação.  
Pela próxima rodada, a 10ª do Brasileirão, os dois times jogam quarta-feira. O Coritiba pega o Atlético-MG, às 21h (de Brasília), no Estádio Independência, em Belo Horizonte. O Cruzeiro permanece no sul do país. Vai até Porto Alegre encarar o Grêmio, às 22h, na Arena do Grêmio. 

O jogo  

Em situação delicada na tabela, o Coritiba se viu obrigado a buscar o ataque desde os primeiros minutos. Como o Cruzeiro também tem o estilo de jogo ofensivo, a partida começou muito movimentada e aberta no Couto Pereira. Aos poucos, porém, os ânimos foram se acalmando. O ritmo de ambos os times diminuiu, o que tornou o jogo menos interessante. O Coritiba era mais presente no campo de ataque, enquanto o Cruzeiro esperava uma brecha pra encaixar um contragolpe.  
Como nem a presença do Coxa na intermediária cruzeirense nem os contra-ataques da Raposa funcionaram, o 0 a 0 permaneceu até o intervalo. Os minutos finais do primeiro tempo tiveram mais reclamações com a arbitragem e catimba do que futebol propriamente dito. Deu calo na vista do torcedor que não poupou os dois times e o juiz, vaiando muito após o fim da etapa inicial.

Coritiba Cruzeiro (Foto: Giuliano Gomes/ Agência PRPRESS)Defesa do Coritiba teve pouco trabalho diante do ataque do Cruzeiro (Foto: Giuliano Gomes/ Agência PRPRESS)


O segundo tempo foi bem melhor do que o primeiro, até porque era difícil ser pior. Os dois times procuraram o gol com mais objetividade e menos burocracia nas jogadas de ataque. O Cruzeiro já tinha perdido duas chances claras com Willian quando o Coritiba abriu o placar. Aos 17 minutos, Rafhael Lucas, que tinha entrado pouco tempo atrás, recebeu cruzamento e cabeceou sem chances de defesa para Fábio.  

O Cruzeiro se mandou para o ataque para tentar pelo menos o empate. Vanderlei Luxemburgo mandou Joel e Henrique Dourado para os lugares de Leandro Damião e Willian. As mudanças, porém, não surtiram efeito, e o Coxa teve inteligente e tranquilidade para administrar o resultado e conseguir a segunda vitória no Brasileirão, que dá alento ao time na luta para deixar o Z-4. O Cruzeiro precisa abrir os olhos. São cinco derrotas em nove jogos e a zona de perigo já aparecendo no retrovisor do time mineiro.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.