Brasileirão Série A

Com Diego Souza inspirado, Sport goleia reservas do Figueira: 4 a 1

5/10/2015 06:11:00 PMReginaldo Júnior

Meia marca duas vezes de pênalti, num deles de cavadinha, e alivia pressão na Ilha; Matheus Ferraz e Régis fecham placar; Renê, contra, desconta para o Alvinegro

Atuando na Ilha do Retiro e diante de um adversário com o time reserva, o Sport fez o que se esperava de um time que pretende lutar na parte de cima da tabela: venceu. Comandado por um inspirado Diego Souza, que teve seu nome gritado pela torcida, o Rubro-negro bateu o os reservas do Figueirense por 4 a 1, com pleno domínio da partida. O técnico Argel Fucks decidiu poupar seus principais atletas para o clássico contra o Avaí, na quarta-feira, pela Copa do Brasil.

O zagueiro Matheus Ferraz abriu o placar no primeiro tempo, o camisa 87 fez mais dois em cobranças de pênaltis e Régis arrematou, nos minutos finais, para o Leão. Renê, contra, descontou para a equipe catarinense. O resultado levou tranquilidade ao pressionado técnico Eduardo Baptista, após o mau início de temporada.
Dono da noite, Diego Souza fez questão de abraçar o treinador a cada gol. Uma demonstração de apoio após as críticas do presidente do clube, João Humberto Martorelli, que questionou o posicionamento do meia durante a semana.

Pelo Brasileirão, as duas equipes voltam a campo no próximo domingo. O Leão encara o Flamengo, às 16h no Maracanã. Mais cedo, às 11h, o Figueira recebe o Vasco, no Orlando Scarpelli. Antes, na quarta-feira, os dois também terão decisões com jogos da volta pela Copa do Brasil. Sport encara a Chapecoense, enquanto o Figueirense tem o clássico contra o Avaí.

diego souza sport x figueirense (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Diego Souza manda recado após uma cavadinha no pênalti do segundo gol do Sport (Foto: Aldo Carneiro / PE Press)

O JOGO

Em casa, o Sport iniciou a partida encurralando o Figueirense, que entrou em campo sem os principais jogadores por conta da decisão na Copa do Brasil. Com Diego Souza inspirado, não demorou a chegar à meta de Luan Polli. Logo no primeiro minuto, o goleiro teve que fazer duas grandes defesas para evitar o gol. Atordoada, a equipe catarinense pouco criou. Praticamente todo recuado, o Alvinegro tentava se defender a todo custo.

A retranca dos visitantes não resistiu por muito tempo. Logo aos 19 minutos, o zagueiro Matheus Ferraz aproveitou o vacilo da defesa adversária para abrir o placar para os pernambucanos. Gol que não diminuiu o ímpeto do time comandado por Eduardo Baptista que, mesmo em vantagem, seguiu se atirando ao ataque, mas sem sucesso.

Em desvantagem no placar, o Figueirense voltou para o segundo tempo com mudanças. Sem resultado. O Sport continuou soberano e não demorou para ampliar o marcador. Diego Souza sofre o pênalti e, numca cavadinha abusada, ampliou o placar. E nem mesmo quando Renê, numa jogada esquisita, marcou contra – descontando para o Figueira, a equipe rubro-negra perdeu o domínio. Diego Souza fez mais um, numa nova cobrança de pênalti, e Régis, aos 42 minutos do segundo tempo, decretou a goleada.

Fonte: Globo Esporte 

You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.