São Paulo finaliza mal contra Inter misto, mas é salvo por Ceni: 0 a 0

5/31/2015 06:15:00 PMReginaldo Júnior

Goleiro faz duas ótimas defesas na etapa final e impede o Colorado, que começa com apenas cinco titulares, de vencer no Beira-Rio; Tricolor tem chances, mas erra demais




Anderson Denilson Inter Internacional São Paulo (Foto: Alexandre Lops / Internacional) 

Anderson chuta a bola observado por Denilson no Beira-Rio (Foto: Alexandre Lops / Internacional)

Internacional e São Paulo empataram em 0 a 0 no Beira-Rio, neste domingo, pela quarta rodada do Brasileirão. Se o Tricolor dominou o jogo, mas errando muito nas finalizações, o Colorado teve duas chances incisivas salvas por Rogério Ceni.

O Inter, que tinha se classificado na última quarta-feira para as semifinais da LIbertadores, entrou em campo com um time misto, com cinco jogadores considerados titulares: Alisson, William, Geferson, Rodrigo Dourado e Lisandro López. Já o São Paulo estava quase completo, somente sem Ganso, que não viajou a Porto Alegre por causa de problemas familiares.

O empate sem gols foi visto por 30.082 pagantes (a renda no estádio colorado foi de R$ 793.715,00). Na próxima rodada do Brasileirão, o Inter vai à capital paulista enfrentar o Palmeiras, às 21h de quinta-feira – as semifinais da Libertadores acontecem somente depois da Copa América. Na quarta, o São Paulo recebe o Santos no Morumbi, também às 21h.

O jogo

O primeiro tempo foi movimentado, mas com poucas chances de gol na maior parte do tempo. A mais perigosa aconteceu somente aos 44 minutos, quando Pato cruzou para Luis Fabiano cabecear a bola na trave; Dória perdeu a chance no rebote.

Nessa parte final, Pato chegou duas vezes com a bola dominada até a área adversária, uma pela esquerda e outra pela direita, mas pecou nos arremates. O Tricolor finalizou quatro vezes na etapa inicial, contra apenas uma do Inter.

Mas o Colorado voltou melhor para o segundo tempo. A única mudança no intervalo foi Paulão no lugar de Réver, machucado, mas o perigo mudou de lado. Aos 14 minutos, Rogério Ceni salvou o São Paulo após cabeçada de Lisando López. Anderson passou a aparecer bem.

Milton Cruz esperou metade do tempo para mexer: Centurión no lugar de Luis Fabiano (aos 23) e João Paulo na vaga de Pato (aos 30). Quando Wesley substituiu Michel Bastos (aos 34), o Tricolor já tinha retomado o comando do jogo, mas de novo sem precisão nas finalizações.

Na última chance do jogo, aos 47, Reinaldo fez falta em Anderson e foi expulso. Na cobrança, Alex colocou a bola no ângulo esquerdo de Rogério Ceni, que se esticou todo para espalmar com a mão esquerda. Nada de gol no Beira-Rio.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.