Brasileirão Série B

Na raça e com apagão, Tomas decide e leva o Boa Esporte de volta ao G-4

11/18/2014 11:18:00 PMReginaldo Júnior

Equipe de Varginha faz o suficiente para vencer o apagado Joinville; mesmo com resultado, time de Santa Catarina volta para a casa líder.

O Boa Esporte voltou ao G-4 da Série B após vencer o Joinville por 1 a 0 na noite desta terça-feira (18) no Estádio Municipal de Varginha (MG) em jogo válido pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Sempre decisivo, o canhotinha Tomas marcou o único gol da partida e chegou ao seu 13º tento na Série B. Mesmo com o resultado, o Joinville manteve a liderança do campeonato, já que a Ponte Preta empatou em Campinas (SP) com o América-RN. A partida ainda foi marcada por uma interrupção de energia quando os cronômetros marcavam 43 minutos do 2º tempo. O jogo só foi reiniciado cerca de 15 minutos depois.
Apático, o Joinville não conseguiu mostrar o futebol que o levou a garantir o acesso à Série A com várias rodadas de antecedência. Melhor para o Boa Esporte, que mesmo sem brilho, conseguiu fazer o gol que precisava para seguir vivo na briga. A equipe mineira agora só depende dela para conseguir o tão sonhado acesso inédito para a elite do futebol brasileiro.

Na próxima rodada, o Boa Esporte recebe o Oeste, no sábado (22), às 16h20 em Varginha. Já o Joinville pega o Luverdense, no mesmo horário, na Arena Joinville.
 
Jogo morno no começo

Boa Esporte e Joinville tinham grandes propósitos em jogo. De um lado, a equipe de Varginha em busca da vitória para seguir firme no sonho de chegar ao inédito acesso à Série A. Do outro, um Joinville já classificado, mas que também precisava da vitória para ficar mais perto de uma taça que ainda não possui na sua galeria de troféus. Só que o ritmo apresentado no primeiro tempo nem de longe lembrava que havia tanta coisa em jogo.

Sem querer se arriscar, o Joinville adotou uma postura consciente, tranquila, só esperava o Boa Esporte chegar. A equipe mineira até que tentava, mas não conseguia encaixar um bom ataque. A torcida só se levantou nas arquibancadas mesmo quando Fernando Karanga caiu na área pedindo pênalti após levar um esbarrão do zagueiro. Nada feito. Sem inspiração, coube ao craque do time, Tomas, tentar alguma coisa. Ele até arriscou de fora da área, mas longe. O Joinville não tinha pressa. Até chegou com perigo em um contra-ataque quase no finalzinho, mas o primeiro tempo terminaria mesmo empatado sem gols.

Tomas faz o único gol do Boa Esporte contra o Joinville (Foto: Tiago Campos)Tomas faz o único gol do Boa Esporte contra o Joinville (Foto: Tiago Campos)
 
Na raça, Tomas decide

A etapa final começou como o primeiro tempo acabou. Parecia um jogo de xadrez. As equipes se estudavam, se estudavam e só se estudavam. Mas, no meio da monotonia, um jogador que já havia marcado 12 gols no campeonato aguardava seu momento de brilhar. E o tão esperado instante veio aos 16 minutos. Tomas deu um lindo drible no zagueiro e foi em direção à area. A zaga do Joinvile tentou cortar, mas acabou ajeitando para o meia, que soltou uma bomba e estufou as redes. Gol na raça, 1 a 0 Boa Esporte.

O gol levantou a torcida nas arquibancadas. A cada jogada, o torcedor parecia jogar junto com a equipe. Longe de apresentar o futebol vistoso que o levou à liderança do campeonato, o Joinville não parecia o Joinville. Wellington Saci até tentou pegar João Carlos, bem colocado, de surpresa. Mas o que a equipe de Santa Catarina viu mesmo foi Fernando Karanga perder mais duas chances de matar a partida. Aos 43 minutos, o jogo foi paralisado por falta de energia elétrica no estádio de Varginha (MG). As equipes esperaram em campo e só depois de cerca de 15 minutos, a partida foi reiniciada. Sem mais emoções, o jogo terminou mesmo 1 a 0 para o Boa Esporte.

Fonte: Globo Esporte

You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.